A Mila fez meu filho me comer.

Para entender esse relato, você terá que ler os meus anteriores na categoria teens. Mas em resumo é o seguinte: tenho 42 anos, 1:70m., 80 kg., mas sou bonita de rosto, com seis grandes e firmes, bunda grande e dura, bocão. Sou seprada e moro com meu filho. A Mila é uma sobrinha de meu ex que veio fazer vestibular em Duque de Caxias e ficou mais uns dias, após me introduzir no mundo da sacanagem pesada. Pois bem, como sou professora, tenho que correr atraz e depois do vestibular, tive que trabalhar como uma louca a semana toda. A Mila até que fazia a coisa para mim na casa, pois não tenho empregada. Meu filho saía de manhã e as vezes dormia na casa da namorada no Rio. Não deu para fazermos nada durante a semana. A Mila então disse que iria embora, mas eu a persuadi a ficar pelo menos até sábado. Ela topou. No sábado, saímos para fazer compras e já estávamos cheias de planos para sacanagem. Na feira, ela comprou pepinos e disse que ía me comer com eles. Eu me assustei, mas disse que iria experimentar, pois nunca comprei um consolo. Quando chegamos em casa, a surpresa: meu filho iria ficar em casa no final-de-semana para estudar, porque sua namorada iria ficar com avó no hospital. Pronto. Como eu ía fuder com a Mila. A baixinha então disse:
- Deixa comigo.
Quando ela disse isso, tive um arrepio, pois do jeito que ela é louca, talvez iria passar dos limites.
Estávamos assistindo TV quando ela perguntou ao meu filho:
- Você fica no Rio demais com sua namorada, heim? É para transar com ela?
Meu filho é discreto e frio como uma geladeira(puxou o pai) e respondeu:
- Se você conhecesse minha namorada, não perguntaria isso.
- Porque?
- Porque ela é uma gata, linda, gostosa e eu não posso deixar ela sem sexo. Não é o seu caso, que é feinha...
Eu tomei o maior susto com a resposta dele. Mas era de seu feitio, usar a ironia para desarmar qualquer pessoa que lhe provoque. Porém, a Mila respondeu:
- É, você tem que ser bom de cama quando namora mulher bonita, ainda mais não sendo tão bonito assim e morar na Baixada.
Aí intervi:
- Parem com isso! Chega!
Mas a Mila continuou:
- E tem mais, posso ser baixinha e feinha, mas duvido que sua gatinha fode como eu.
Meu filho em vez de ficar calado, também provocou:
- Duvido. Só essa bundona aí não te garante.
E a desgraçada então, soltou a bomba:
- Olha, vamos fazer o seguinte. A gente trepa e depois você me diz.
Meu filho olhou espantado para mim. E eu, não sei com que coragem disse:
- E aí filho? Vai deixar essa interiorana te provocar?
Mais espantado ainda ele disse:
- Mãe?!...
E eu aí soltei tudo o que andava esgasgado desde a separação, e chorando disse:
- Mãe o que? O seu pai nos abandona e você ainda o idolatra. Me deixa aqui todo final-de-semana sozinha. Não é atencioso comigo. Não traz a sua namorada aqui, pois tem vergonha de mim e de onde moramos. Não reconhece o sufoco que passo para manter essa casa. Olha como eu estou, velha, gorda e sozinha... A Mila está comigo a semana toda, me ajudando em todos os sentidos. Pelo menos ela é franca, sincera, honesta.
A Mila então aproveita e entorna o caldo de vez:
- Sua mãe é gostosa pra cacete, ouviu? Ela fode demais. Comeu a mim, a Francine, o Léo e o Paulinho. E você fica aí todo cheio de si, mas no fundo é um recalcado.
Meu filho não acreditava no que acabara d ouvir. Depois de muitos minutos ele me perguntou se era verdade tudo aquilo. Eu, ainda chorando disse que sim. Expliquei toda a solidão que sentia. A falta de sexo desde o tempo em que ainda era casada com seu pai. A minha baixa estima com meu corpo.
A Mila me abraçou e também emocionada disse para meu filho vir me acalmar, me dar um beijo, demonstrar afeto. Assim ele veio. Meio titubeante, frio como sempre. Abraçou-me vacilante. Abracei-o forte. Ele era a única pessoa que me restava na vida. Ele enfim entendeu e me abraçou de verdade, como fazia quando era criança. Eu comecei a beijá-lo no rosto, mas a Mila disse a ele:
- Dê um beijo na boca de sua mãe.
Meu filho olhou fundo nos meus olhos e me beijou. No começo sem abrir a boca, mas depois me agarrou com vontade. Beijava e ía dizendo que já tinha visto o pai dele me comer, que já havia batido muito punheta para mim. Eu comecei a rir junto com o choro e abraçava-o, beijava-o. Quando vi. Estávamos arrancando nossas roupas. Que sensação indescritível. Meu filho mamando em mim denovo e eu segurando seu pau, agora grande e potente. Ficamos pelados. Deitei no sofá, abri as pernas e ele meteu fundo, de uma só vez. A Mila veio mamar nos meus peitos. Meu filho ficou mais excitado ainda. Ela tirou a roupa e ele começou a beijá-la junto comigo, a mamar os peitos dela. Ela veio por cima de mim e botou a buceta para eu chupar enquanto beijava meu filho. Ele então me disse:
- Fica de quatro, mãe, quero te comer igual papai fazia.
Eu me virei e levantei minha bundona. Ele mandou ver na minha buceta já encharcada. A Mila ora chupava o saco dele, ora lambia meu cú. Não demorou e ele disse que ía gozar. Então pedi:
- Goza na minha boca, meu filho!
Assim ele fez. Parecia que não ía acabar. Bebi tudo. O que escorria no canto da minha boca, a Mila ajudava a lamber. Foi o início de mais um final-de-semana de loucuras... Fiquei abraçada ao meu filho. Em silêncio. A Mila então disse que era a cena mais bonita do mundo, mãe e filho nus e agarradinhos. Começou a contar tudo o que rolou no final-de-semana anterior. O pau do meu filho começou a espetar minha barriga. Fui descendo, beijando seu peito, barriga, virilha... A Mila ía contando tudo, nos mínimos detalhes:
- Sua mãe adorou dar o cú. E adorou chupar minha buceta. Amou levar mijo na cara...
Meu filho me pediu então, já com o pau duríssimo:
- Mãe, quero comer seu cú.
Eu adorei a sujestão. Fiquei de quatro no chão como a Mila me ensinou, com os peitos e o rosto colados no tapete e de braços abertos. Sei que meu cú nunca esteve tão aberto assim. A Mila pediu para prepará-lo. Lambeu gostoso, metendo a linguinha lá dentro. Meu filho cuspiu no meu rabo e meteu devagarzinho, então eu pedi:
- Soca filho! Enterra seu caralho no meu cú!
Ele obedeceu. Metia gostoso e eu adorando, emocionada, preenchida pelo cacete de meu próprio filho. A Mila, beijava minha boca, se masturbava. Então meu filho pediu para comer ela também. E ela se colocou do meu lado e abriu o cú e disse:
- Buceta para mim é só para mijar, eu gosto e de dar é o rabo!
Meu filho vendo aquela linda e grande bunda branca, novinha, saiu de mim e enfiou o pau direto naquel cú acostumado à sacanagem. Entrei debaixo do meu filho e me puz a sugar seu saco e cuzinho. Logo ele gozou exausto. Mas eu estava louca e comecei a chupar a Mila. Ela se arrumou debaixo de mim e começamos um 69 delicioso. Pedi ao meu filho:
- Vá lá na cozinha e pega dois pepinos, me dá um dá outro pra Mila.
Assim ele fez e nós duas enterramos os pepinos um no cú da outra. A visão do meu filho era fantástica(como ele depois me disse) duas mulheres se chupando com pepinos entrando e saindo do cú. Gozamos juntas. Depois, meu filho reconheceu que a Mila fodia mais que sua namorada que não dava o cú a ele. O final-de-semana foi maravilhoso, pois, além de muita foda, me reconciliei de vez com meu filho, agora meu amante. Até a próxima.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


7928 - Realizei a fantasia de meu filho. - Categoria: Incesto - Votos: 7
7995 - Meu filho comeu a ex-namora e a mim. - Categoria: Incesto - Votos: 7
8203 - Dando pro sogro de meu filho - Categoria: Incesto - Votos: 8
8624 - Eu e minha nora - Categoria: Incesto - Votos: 1
8814 - Viciada em dar o cú. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2
8867 - Viciada em dar o cú 2. - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico suely dadeira

Nome do conto:
A Mila fez meu filho me comer.

Codigo do conto:
7575

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
30/03/2006

Quant.de Votos:
15

Quant.de Fotos:
0



contos eroticos traindo no onibus marido dormiaputaria cachoro safado nao respeito a novinha bêbada e fez anal com elaContos so gosta das grossas no cuContos eu trai minha mae com meu paiconto erotico de mulher com transexual dominadormeu pai pai dos meus filhos contos eroticostravestis pag17historia chantagiei irmaConto minha entiada me taracontos eroticos o filho gatinho da minha vizinha me comeu emquanto meus pais estavm trabalhandobucetas escurasContos eroticos comendo cu da mamae com o papaiconto erótico mulher engravidou de outro e falou para maridolésbicas primeira vez conto eróticoscontos fudi com meu paicómics milton xxx Milftoon- Sleeper parte 2conto erótico gostosa estilo panicatcontos eróticos 2019 ônibus contoerotico ninfeta pega a força por taxistacontos porno gay daniel e cirilo do carrosselcontos sexo peguei minha cunhada sobrinha me espiandoadoro o leite deles conto eroticoconto erotico coroinha sendo estuprado pelo padreQuadradinho Erocticos DE Avoconto erotico minha esposa esperimentou a pica do negao e voltou pra casa arrombada eu vi fotosConto erotico Brancos e Negra mulata preta conto erotico sala de aulaConto porno meu marido me apresentou seu amigo do pau grandecontos eroticos porra gostosacontos eroticos gay forçados 2017contos gay fazenda botassogrode ninfeta contosconto gay aposentado viuvocontos eroticos cu aforca bebadacontos eroticos cunhada e sogrAloiras de pernas bandas de levar varada do pirocudo pornocomendo a buceta da cadelacacetudo 27cm esposafilha da namorada conto eroticoprofessora safada_quadrinho eroticoconto erotico vizinhoConto erotico vendo a primaahhh gozei bem gostoso na bucetinha da minha irmã e tia no incesto. comconto erotico comendo a bucetinha da doidinhacontos eroticos tudo em familiacontos eroticos comendo cuTo viciado na siririca contos eroticosdando para a familia conto eroticoconto erotico vi o volume no onibusconto o macho da minha mulherContos Eróticos Envangelica putaconto falado depiladora travestiContos porno incesto mae dando cu ao filhocontos eróticos gritava que nem uma louca, me xingavaconto estuprado por varias travesticontos eroticos oegando meu pintinho insestocasa conto - ciumes do maridaocontos eroticos teho quinze anos e dou gostoso a bucetiha pro meu paiconto erotico empregada ritinhaMãe boqueteirá contoseroticosConto erotico corno capixabameu chefe me comeuvendo mamãe transar no cine porno contos eroticoscomeu ate o meu cuzinho contosconto erótico mulher perde a virgindade do anus com filho sem sabercontos eroticos cu apertado.da maesocando a pica na ansãmeu professor me comeuconto: enrabado e mamando outrocom maninho contosesportista insesto quadrilo eroticacontos a cdf cabacinhoconto erotico minha mae me provocaconto erotico corno da namorada baixinha na pracaa rola enorme do meu concunhadoContos de vizinhacarente a foder com vizinho putosobrinha casada conto eroticocontos arropado travestis novinhoO negro me estuprou conto gayfotos.e.contos.de.mulheres.vergems.os contos eroticos mais safados de tias tranzando com sobrinhoscontos casada de mini saia provocando o vendedor na loja contos eroticos meu irmao tirou minha virgindade na marraconto erotico esposa seios grande