Macho puto de Macho Parte 4

Parte 4

Antes de começar. Me deu tanta saudade do Pedrão contando nossas peripécias que marcamos encontro. Escrevo este sentadinho no jebão de estimação onde já pulei e rebolei delicia. Pois é galera, estamos lembrando juntos e um encaixado no outro, olha que trono show de bola que estou!   é um paragrafo e dois pulinhos, vou demorar pra acabar...

Ia começar a passar a ficha do Administrador Tesudo e o celular toca.
- Está querendo fuder minhas mini férias Cid?
- Rapidinho preciso de informar e saber como reajo.
- Manda a merda.
- O Junior esta doente, Sra Júnia em transito pro Caribe e sem comunicação, o que faço? Vou pra lá?
- É grave?
- Pneumonia leve segundo o médico, vai ficar 48 no hospital, depois repouso.
- Ele vai se virar. Vai, fica lá em casa, observa de longe. Se precisar haja e me avisa, alugo um jato e vou. Por enquanto deixa ele pensa que está só. Talvez esse tiro no ego dele o faça repensar seus valores
- Tem certeza Bito, essa vai ser paulada.
- Se eu não der essa paulada agora perco pra sempre o moleque.
-E a madame?
- não deixa chegar nela a notícia, se chegar fudeu.
O Pedro ouvia, e pelo que achava que ouviu já fechou a cara.
- Que porra é essa de moleque? Quer dizer que tem outro? É uma coleção?
- kkkkk, tem um moleque sim Pedrão, vai fazer 20 anos, é quase loiro, bonitão e sinto dizer amigo, esse ai é o cara mais importante de minha vida.
- Puta que Pariu Fabio, essa foi de fuder, to fora cara. O babaca aqui caiu feito um mané, eu te curto cara, me enganei contigo. E vc ainda responde sorrindo do cara do babaca que vc comprou.
-Em primeiro lugar vou te falar pela segunda e ultima vez, modere seu tom quando falar comigo, sou seu na cama, me respeite. Segundo, nunca foi minha intenção te comprar, se quisesse comprar um macho, sairia bem mais barato. Terceiro, antes de acreditar no que vc simplesmente deduziu, pergunte, ouça e ai sim conclua. Vc me conhece o bastante pra saber que não uso entrelinhas.
-Poxa cara, vc ainda quer que eu raciocine sobre emoções. Estou puto da vida.
-Vc está puto da vida seu mané gigante porque está com ciúmes do meu filho. Kkkkkk
- Filho?
- Sim filho, aquilo que nasce depois de nove meses de meter em buceta numa foda sem proteção
- E eu lá sabia que vc tem filho?
- Pedro, a gente se conhece tem nem 20 dias, não deu tempo da gente ler o manual de instruções um do outro.
- Caraca Fabio! Tu é pai de família.
-KKKKKKKKKKKK, sim Macho, sou pai de alguém, sou marido de alguém, sou filho de alguém, sou chefe de alguém, sou amigo de alguém, sou inimigo de outro, sou um anjo para uns e a peste negra para outros, sou boxeador, sou macho metedor as vezes, e sou o rabo gostoso noutras, sou homem e sou puta. Meu amigo! todos nós somos um monte de coisas. Vc conhece uns dois ou três eus, com o tempo vai conhecer mais, mas, nunca todos que vivem mim, todo dia nasce outros eus. Todo mundo é assim. De vc conhecerei o que vc quiser me mostrar e a reciproca é a mesma, o ser humano Pedro é um labirinto, o certo é curtir e amar o que vemos de bom no outro, o que proveitoso pra si mesmo. Sacou Gigantão Manezão, Ciumento, Gostoso do caralho. Vem cá e dá um beijinho de desculpa no tio vem!
Eu falava e ocara tentava traduzir tudo que eu dizia. Deixei por conta dele, pelo que tinha visto dele até o momento o cérebro do cara funcionava direitinho. Não era só esperto, já era inteligente e sensível. Então deixei o leke digerir a dissertação.
Com a gracinha do pedido de beijo, ficou molinho, o Tigrão virou gatinho.
Perguntou.
- Seria intromissão saber o que está rolando, vc pareceu preocupado enquanto falava.
-Ele sozinho em NY e doente. Pneumonia, e logo agora que vai iniciar o inverno lá. Se fudeu.
- Melou o findi?
-De forma nenhuma, vou lá não, ele se vira, vai morrer não, o Cid vai e ficará de tocaia se a situação piorar.
- Tu é pai cara, tem que ir.
-Exatamente por isso. O cara fez merda gigante, tá de castigo e até agora não caiu ficha da cagada que fez. Sabe Pedro, pelo que estou vendo de vc, seria uma benção se meu filho tivesse 10 % de seu caráter.
- O moleque é do mal?
- Está indo pra lado escura da força todo se achando o tal. Sabe o que ele fez?
- Do jeito que vc fala parece que o garoto ´o filhote de Satanás!
- Pior que não, `filhote meu mesmo. Mas já pensei muito e me culpar pelo caminho que ele está indo, isso, não vou. O Jr tem 20 anos, dei o melhor dos mundos pra ele, inclusive cultura, erudição, carinho. O que ele está fazendo com o que demos é responsabilidade dele. O Jr é um homem, não um menino.
Continuei.
Resumindo. Cheguei em casa um dia, ouvi uma discussão na copa. Me aproximei devagar para ouvir, já sabia que era o Jr e o Cidão. Cid falava.
-Juninho só estou dizendo que esses caras não são boa companhia.
-Isso quem resolve sou eu.
-Gosto de vc cara, tenho que te dar um toque.
Ai ouço coisas saindo da boca do meu filho que me fizeram tremer as pernas, parecia que alguém espremia meu coração
- Quem é vc pra me dar toque? Parece que vc não percebeu que meu mundo e o seu são bem diferente. Tratamos vc direitinho, mas é condescendência. Se enxergue, vc é nada! É o neguinho filho do motorista que se deu bem por que o patrão gosta do pajem dele. Então se situa e vai dar conselho pra gente de sua laia. Estamos em planetas diferentes.
Mesmo cego de fúria, deu tempo de ver o Cid com os olhos cheios d´agua. O Cid que é meu irmão, que ama aquele filho da puta como se fosse seu próprio filho.
Imagina como fiquei? Vc que já me viu, como vc mesmo diz virado no Super Ninja!
-Matou de porrada o safado?
- Se eu batesse eu mataria, e a mãe e o próprio Cid me matariam em seguida.
Aos gritos perguntei.
-Que porra foi que vc disse?
Ele ficou transparente quando me viu. E gaguejando respondeu.
- O Cid, está confundindo as coisas, está nos pondo, eu e ele, no mesmo patamar.
- Não Fabio, duvido muito que o Cid faria isso.
- Então o senhor só ouviu o final da discussão.
- Não! Ouvi tudo. Estou te dizendo que meu irmão não se rebaixaria a te por no nível dele. Não essa pessoa que se dirige a ele dessa forma. O Alcides é o melhor ser humano que conheço meu filho, quisera eu que vc fosse capaz de lamber as botas dele. Qual é a difere que vc acha que pode existir entre dois seres humanos? Todos que conheço, saíram de dento de uma buceta, sujos de sangue, nus, carecas, pelados e com cara de joelho. Ou vc nasceu do ventre de um Vulcão, como o Deus Marte ou da espuma do mar como Afrodite? Qual é a sua, seu pirralho pretensioso? O que em vc é melhor do resto da humanidade?
O Jr invés de se tocar da merda, tremia de ódio de mim.
- Peça perdão ao Cid agora, ou melhor a seu Tio Cid como vc sempre o chamou!
Nada! Ele travou a boca num acesso de raiva e chegou a crispar as mãos.
- Vou pedir de novo. Se não obedecer aguente as consequências.
-Não sou criança!
-Sei disso! Por isso te aviso pra aguentar as consequências como um homem deve aguentar.
De novo nada. O petulante, passou por mim e ia pra garagem. Avisei nos portões que não o deixassem sair. Voltou batendo porta e se trancou no quarto.
Tenta visualizar minha pessoa aguentando essa cena de viadinho de novela das 6.
Encurtando.
Depois de convencer a mãe. Que sem querer estava colaborando no projeto de monstrinho. Expulsei de casa, bani em NY. Até ai o sujeito achava que fixaria em nosso apartamento no Central Park. Não, meti o mini Hitler num bairro fuleiro, num apartamento dividido com mais 4 caras, todos estilo brazuca fazer américa. Mando apenas 500 dólares da parte dele do aluguel e arrumei emprego de lavador de prato numa lanchonete. Vou todo mês, me sento com ele num banco de praça, confiro as notas que justifiquem os 500 contos, me levanto e vou embora.
- Porra. Tu é cruel.
-Não Pedro, é minha obrigação como pai ensina-lo a ser um homem decente. Te juro cara, que toda vez que vou lá, rezo para ouvir dele coisas que me convençam que ele está virando humano. Choro um choro preso quando percebo que a empáfia, o nazistinha, aquele bicho cruel que vi pisar no coração de outra pessoa ainda mora no corpo dele. está saindo! Mas mora lá ainda. Tenha certeza cara que estou sofrendo mais do que ele. Na verdade não vejo causa pra ele se sentir tão sofredor, boa parte do mundo, vive exatamente do jeito que ele vive. Ele tem que aprender que o que faz uma pessoa melhor é seu coração e sua alma, não o saldo da conta bancaria. Pelo contrário, geralmente muito dinheiro faz pessoas piores, é preciso caráter pra não se corromper por esse pedaço de papel.
Do meu rosto enxuguei uma lagrima de pesar por meu filho. Pedrão me abraçou. No ninho quente que ele me deu, respirei fundo pra me separar do pesar e acreditar que conseguiria salvar aquele espermatozoidizinho que ganhou a corrida quando comi a estudante sueca de intercambio que morou lá em casa e no fim da gravidez largou nosso filho comigo e aquela que mais tarde seria minha esposa.
Bem. Quer saber do coroa tesudo? Do administrador?, com o pai que tem, n
- Demorou. Só deixa eu dizer uma. Vai dar certo. O seu filho vai aprender, vc transmite essa humanidade Fabio, não é possível que vivendo contigo ele não tenha absorvido.
- Não me ponho como modelo Pedro. Os pais sempre querem que os filhos sejam melhores que eles.
Ele ficou calado, e eu já estava enjoado dessa prosa. Não curto misturar as minhas vidas. Família é família, macho, sacanagem, putaria por mais amizade e afeto que role, não dá pra arrumar na mesma gaveta.
O Ernesto chegou no haras quando eu acabei de completar 18 anos. Eu estava na varanda da sede e ele apareceu no gramado, estava em montaria, desceu do cavalo num pulo ágil, cumprimentou dois tratadores que passavam. Me lembro de ter ficado hipnotizado. Um morenão de sol, quase 30. Forte, estilo cowboy, barba precisando ser feita, jeans surrados marcavam os pernões arqueados, camisa abotoada só até a metade mostrando os peitões com pelos lisos. Veio até onde eu estava, me estendeu a mão e falou.
- Boa tarde Patrão! Vim me apresentar pro senhor, sou o novo adestrador. O Sr. Seu pai me mandou apresentar-me ao senhor e resolver seus treinos com seu cavalo. Aliás se me permite, seu cavalo é o animal mais belo desse haras. Estou aqui só a 10 dias mas já somos amigos.
Eu não sabia se olhava nos olhos dele, se me perdia no cheiro de suor de macho e cavalo, se olhava pro pacote que de tão volumoso o jeans estava mais gasto entre as pernas do que em todo resto. Demorei uns 20 segundo perdido.
-Patrão! O senhor me ouviu?
- Sim ouvi, estou esperando vc dizer seu nome, a intenção não é se apresentar? Ou te chamo de Adestrador.
-Desculpa, me chamo Ernesto.
-Estou brincando contigo Ernesto. Prazer em conhecer. Já é meu amigo se gosta do Wolverine como disse. E meu nome não é Patrão, é Fabio, prefiro que me chame assim.
- è falta de respeito.
- Ok então te chamo de Sr Ernesto, pois lhe devo o respeito por ser mais velho que eu.
-Estranho. Pode não. O Senhor é o patrão.
-Não. Sou o filho do patrão por enquanto. Prefiro tratar como amigo quem cuida e se diz amigo de um amigo meu. Ficamos.
-Entendi nada.
-kkkkkkkkkkkkkk, é uma ordem então. Vc me chama Fabio e eu te chamo Ernesto. Entendeu.
- Sim senhor.
E acabamos rindo juntos da falta de jeito dele.
Convidei-o para sentar e tomar um mate enquanto falávamos do Wolverine e das horas que junto com ele participaria dos treinos do animal.
O cara senta de pernas abertas com o caralho daquele sacão e do rolão todo preso naquela calça pedindo que alguém o tirasse dali e o refrescasse. E tudo isso na frente de um moleque safado de nascença e com hormônios até a tampa. O jeito foi por uma almofada no colo para esconder a barraca que armei em mim. Com certeza isso não passou desapercebido aos olhos de um macho com o dobro de minha experiência. Sacanamente ele fez questão que eu visse que ele viu meu volume e minha pressa em pedir socorro a almofada. O cara deu um sorriso que era apenas uma mexida no canto dos lábios. Tipo dizendo, moleque metido a macho e gosta de rola.
Continuamos a conversar e uma hora depois riamos juntos de suas viagens em rodeios. Eu tentando distrair pra baixar o pau, sem sucesso. Seu riso solto, seu vozeirão e a intimidade fácil que o cowboy que vi como muito serio e agora já me perguntava da namorada que me acompanhava e elogiava a sua beleza, “com todo respeito” e alfinetada de fala
-É.... o patrãozinho é macho novo e muito bem apessoado deve ser famoso entre as meninas da cidade.
-Com algumas, mas tenho muitos amigos também.
-Imagino, vc parece uma pessoa gente boa, humilde, alegre, bonito, deve fazer amizade fácil.
Filho da Puta! Pensei.. - o cara me dá 1 X 0 em todas. Literalmente me chamou de putinho. “amizade fácil?” = Putinho
Depois de muita concentração consegui desarmar o circo. Aproveitei pra dar uma mijada na tentativa de insinuar que estava de pau duro por tesão de mijo. No caminho pra dentro viro para pedir que me esperasse um pouco pois desceria as baias com ele. Pego o filha da puta encarando minha bunda e desaforadamente não se deu ao trabalho de fingir. Eu falava e ele encarava um rabo na cara dura já mostrando que a me meter vara.
Não pensem que era imaginação de leke puto não! Essas piadas eram acompanhadas de risos safados e encaradas certeiras nos olhos e uma boa pegada na mala, que por mais que me esforçasse tinham sob custodia os meus olhos, nada fazia que os meus olhos saíssem de cima do pacote.
Olha a resposta do meu pedido de espera e da encarada nele em meu rabo
- Fica à vontade Fabio. Essas aulas vão ser boas, estou que tenho bastante a lhe ensinar. Sobre os cavalos.
Com essa meu amigo, não demorei 5 minutos, demorei 20, tempo exato pra terminado o mijão bater uma bronha pro cowboy ali mesmo, de frente pro vaso e me imaginando debaixo dele sob uma pilha feno. Foi porra que melou a parede toda. Então voltei mais manso. Me achando o controlado. Moleque inexperiente esqueci que estava cheirando a porra. Invés de pôr moral, ouvi dele a pergunta.
-Será que estão coletando os garanhões? Está sentindo cheiro de porra?
Minha cara foi pro chão.
- Estou sentindo não. Não conheço cheiro de porra de cavalo.
- É o mesmo do cheiro de porra de homem. Só que é mais por causa da quantidade. Pelo odor que estou sentindo ou é um garanhão ou então a peãozada toda está bronhando na hora do almoço
O Pedro ria as gargalhadas.
-Não imagino vc perdido numa situação dessas, logo vc que só dá tiro pra matar!
-Aprendi a mirar com o tempo. O mundo era diferente Pedro, era imenso, cheio de mistérios, a gente descobria as coisas encarado elas, não era o Google que mostrava pra gente, não era essa micro aldeia que vc carrega todo o saber da humanidade num celular. A gente aprendia bater uma bronha quando um amigo passava o segredo, era no boca a boca, com os amigos, tão ou mais inexperientes que a gente, mas saiba que era mais divertido, invés de punhetar na frente da tela sozinho, era uma galera bronhando junta, bastava uma revista de mulher nua roubada de um irmão mais velho, de um tio.... bastava meio peito e a galera endurecia ao mesmo tempo, difícil uma turma que não rolava uma meinha, ou o troca-troca como falam alguns. E nos trocas sempre tem o que pega no pau do outro, o que topa deixar que sarrem a bunda, e nas galeras tops tinha os viadinhos que mamavam e davam o rabo. E o tal viadinho tinha que dar assistência a rua toda.
- Vc que tipo era?
- Ao contrário do que vc imagina, era metido a ativão. Só mais tarde, com uns 16 anos, com um primo gostoso e safado é que encontrei meu perfil. Dei e mamei muito aquele puto. Acho que por ser filho único, eu participava da galera, mas era mais na minha. Esse primo era tipo irmão, pois ele também filho único. Comemos muito cu de menina juntos, e foi nessa que vi que o que me dava mais tesão era ver ele metendo na menina dela, e o jeito que ele tratava as putas, quando pagávamos alguma, ele metia e fudia uma puta de todo jeito possível. Durante a foda ele falava muita putaria, mandava elas engolirem a rolona dele, metia no cu, dizendo que puta tem que ser comida de 4, igual a cadela. Velho! Quando eu via e ouvia ele fazendo isso, eu era capaz de meter em todas as putas do mundo, só me imaginando no lugar delas. Até que um belo dia, a gente assistia um pornô, resolvemos bronhar. Ele me pergunta por que eu olhava tanto pra rola dela quando a gente fazia farra, respondi que devia ser pelo mesmo motivo que ele não tirava os olhos do meu rabo. Ele disse.
-Porra primo, sei que vc é macho, e u também sou.
-Sei disso, e se não fosse assim eu não faria. Vou dizer logo qual é primo. Quero que vc me foda do jeito que vc fode uma puta. Fico cheio de tesão quando vejo e quero saber qual é a onda.
- Ok primo.
O safado ficou de pé na minha frente.
-Então vamos começar pelo básico. Mama!
Ai meu amigo. Só parei de dar o rabo e mamar o safado 2 anos depois quando fui estudar nos Estados Unidos.
-Se apaixonou?
- Não! Adorava fuder com ele, até porque nada mudou em nossa amizade, treinávamos judô juntos, pegávamos mulher junto. Só que no fim da noite, quando a gente chegava em casa a foda era eu e ele. Quando ia embarcar pra Califórnia, ele me perguntou se eu topava a gente se assumi na família e virar casal. Eu respondi.
-Estou fora primo. Se quiser continuar de onde paramos, tudo bem, mas vou me formar, vou me casar, vou ter filho. Fazer tudo que esperam de mim, e minha outra vida vou viver plenamente, mas na encolha. Se liga primo, a gente está acostumado e fomos educados pra viver a vida que temos, e pra tomar os postos de nossos pais, muito bonitinho levantar bandeira gay, mas quando vc dá as costa, eles falam,
- vc sabia que é viado? Deve ser uma vergonha pra família tão metida!
Ele calado ouvia, e eu continuava
-Vc acha que ia aguentar quanto tempo deixar de ser o herdeiro de quatrocentões e passar a ser cidadão de segunda classe? È assim primo, gay é tratado como segunda classe. Gay casa? Gay adota filho? NÂO! Gay paga os mesmo impostos que todos mas sem o mínimo direito que todos tem. E agora mais essa, com essa doença ai! Ser chamado de Aidético e segundo a maioria merecidamente, pois pegou aids de tanto dar o cu. Vc alguma na sua vida viu a fatura de seu cartão de credito? Ela existe, não é lenda. E alguém paga! È vc? NÂO, quem paga é família que vai te botar pra correr quando saber que tu curte homem e vai deixar de ser o filho de ouro, campeão nos esportes, queridinho das herdeiras que vão fazer com que casemos, pra trazer mais dinheiro, poder e influência para o clã. Tu vai virar o estorvo. A vergonha. Dinheiro, festas elegantes, primeira classe, ilhas particulares, whiskey 30 anos, viagens escolhidas no sorteio do globo girando solto. Isso playboy só depois que teu pai ou mãe morrer e te deixarem o mínimo possível. Enquanto espera, sabe onde vai ser as férias de inverno? Esquece Aspen, vais passar o inverno de touca de lã e casaco de nylon relento, de madrugada, esperando o primeiro dos três ônibus que vais pegar para ir pro trampo, bater cartão.    Diz ai se aguenta o tranco? Aguenta ser apontado como viadinho e pior, viado pobre.    Me chama de covarde, mas eu não topo não. Por reviravolta de destino, ok, mas escolher ser pobre? Comeu cocô?
Vou mamar rola e dar o cu de boa e muito, mas no meu cantinho escondido sob a proteção do financista bem sucedido, bem vestido, rico, poderoso e desejado. Nesse cantinho vou poder escolher o macho que quero, a rola que desejo, rebolando gostoso numa vara, da forma e no lugar que eu escolher, numa construção abandonada, ou numa suíte de luxo na George V em Paris, no banco de um taxi ou num jatinho particular. Pobre, tem como opção aceitar, rico escolhe, essa diferença, não é bobagem. Além do mais, adoro ser homem, não gosto só de pica de homem, gosto de assunto de homem, de amizade de homem, de esporte de homem, de ser tão puto como toda nossa raça é. Não curto o mundo gay, não tenho saco pra viado, pra assunto fashion, decoração e essas feminices. Viver cercado de amiga mulher? Virar um tipo de poodle? Rola não vei! Posso e vou ser tudo que sou vivendo no mundo macho, do jeito que o cromossomo que carrego me fez. Gosto do mundo masculino e agradeço a deus todo dia ter uma rola no meio das pernas e me esforço pra ser digno de carregar ela. Com certeza primão se eu tivesse nascido mulher, fazia cirurgia, virava homem botava rola pra fuder com homem do jeito que gosto, sendo eu homem igualzinho a ele. Sinto muito primo. Ao menos pra isso o dinheiro da família serve, vou viver as duas vidas e muito bem vividas. Vou transformar o dinheiro e o nome que me acorrenta em caminho para minha liberdade. Se eu fosse vc faria isso. Porem qualquer decisão que vc tome, vou te apoiar e vou te amar como irmão do mesmo jeito amo agora.
Poxa Pedro, joguei isso na cara dele e fui embora, sabia que tinha dado uma rasteira no sonho romântico dele. É comum entre os ricos viverem num outro mundo paralelo. Eu sempre soube o privilegio com que fui agraciado, sei muito bem que pra 95% do mundo a vida só tem champanhe e do barato em festa de réveillon, as mães e esposas não afogam suas frustações se embebedando a beira da piscina ou torrando o valor de uma casa na última bolsa Luis Vuitton.   Os pais e amigos não alugam uma puta cara, pra poder gozar sem ser com as próprias mãos. Sempre escalei as muralhas que nos separam dos “outros” e vi que a vida lá né farra não. Sabe como conheci esses outros, né? Vi o mundo de verdade, pelo tesão que tenho em gente comum, os menos ricos sabem fuder, metem felizes pra caralho, fode por amor a arte. Rico fode pra fugir do tedio e inventar neura.
Depois quando voltei ele já tinha seguido minha teoria. Se casou.   Mantem um casamento secreto na Argentina com um jogador de futebol, inclusive tomou gosto por dar o cu. O jogador tem um rolo de macarrão no lugar da pica, sei por que na segunda visita que fiz, o primo deu mole, viajando a negócios e largou a puta endiabrada tomando conta do macho.
O zagueirão acordou no meio da noite com a jeba na minha boca, e minhas garras firmes nas coxas que são o paraíso perdido. Pauzudo quis dar de macho fiel e caímos na porrada. Prendi ele num golpe de judô e cantei a bola.
-Macho ou vc come bem comido esse puto aki, me dá leite de pica a vontade, arromba esse cuzão que vai receber gemendo essa tora sacuda e pentelhuda. Rabão esse e já te flagrei secando ele e com certeza já meteu no primo pensando em mim. A outra ideia é eu te encher de porrada e falar ao primo que vc teve a audácia de meter a mão no meu rabo enquanto eu dormia . Quer apostar quem leva a fé dele? Pensa ai rapidinho! A chantagem era um blefe pro cara ter a desculpa que precisa e ficar com a consciência tranquila. A culpa seria do Cuzão guloso. kkkk
Aproveitei e dei uma boa pegada no rolão que estava que nem pedra.
- kkkkkkkkkkkk, Dura pra caralho hein? Kkkkkkkkk -Deixa de onda macho, vem fazer o puto feliz com essa vara que vou te levar no ceú. Tem coisa mais legal pra argentino que meter rola em brasileiro safado? Ta na sua cara que tu sabe fazer um macho de puta. Vem que tô querendo e muito o papel.
Aproveitei e pus sua mão dentro da minha cueca.
-Olha aqui cara, to quase gozando só de ter imaginado a surra de pica que tu vai me dar.kkkk
O bicho se soltou. Me agarrou o pescoço.
-Está querendo cacete de macho né viadinho?
-Ah entendeu! Já estava achando que tu era português e não argentino. Libera o bicho ai e me ensina a fazer feliz essa pica.
-Tu vai tomar tanto rola seu puto, que vai pedir arrego! Vou esfolar esse rabo que desejo a tempos!
-Outro acerto, macho que curte tomar no cu como eu tem que aguentar pica , gemendo e rebolando feliz, de pau duro e pedindo mais.

Foram 2 dias nus e fudendo de todo jeito.
Primo voltou e falei a ele. Rapaz, relaxa dessa onda de casamentinho igual hetero, MachoXMacho é liberdade, lealdade, amizade, parceria e foda da boa. Ele é todo serio nos 2 casamentos, trata as relações hetero e homo iguaizinhas! Coisa de bichinha.
Já pensou se eu embarcado na onda dele? Iria provocar a terceira guerra mundial na família, e com certeza 6 meses depois de namoradinho dele, já teria transformado a cabeça dele num maxixe de tanto corno. Tu consegue me Imaginar, puto do jeito que sou, fudendo a mesma rola por 10 anos? Nem de longe! Além de magoar ele dando o cu escondido até pra pepino em geladeira, iria me tornar uma pessoa desleal. Em fidelidade não acredito, mas sem lealdade a seus princípios, um homem não homem, ia acabar viadinho dono de salão! Kkkkkk
Pedro
- é verdade Fabio, acho que sempre pensei isso, mas não tão claramente como vc disse agora. Sabe cara? O tesão brutal que tenho em vc, é exatamente esse. Saber que to usando, que estou dando pau na boca e metendo num macho. Que é um cabra macho que tá me dando prazer e eu a ele.
-Fechou tesudão! Agora deixa eu ir dando uma amassadinha no rolão e te conto a do peão.
Pedro levanta, me sobe com ele e me dá um beijão. Segura minha mão e põe dentro do shorts, junto com a mão dele me faz apertar com força máxima o picão já babando.
-A rola é sua, faz o que quiser com ela.
Seguidamente, desabotoa minha bermuda, aperta firme minha rola, se abaixa e a lambe da minha baba, engole meus ovos, cospe no meu pau e de novo o aperta. Se senta, me vira do contrário, fazendo-me encarar seu mastro e tendo meu pau e cu ao alcance de sua boca, me chupa tão forte que dói. Eu não reclamo e faço nele o que ele fez em mim. Quando ambos estamos de pica babadíssima de saliva, ele me põe no chão, senta na poltrona, me faz apoiar os braços nas coxas, dá uma surra de picão na cara. Depois me faz apoiar a cabeça numa das coxas, me manda dar uns amassos a mão na rola dele e com os pés me punheta bem devagar.
-Agora conta o resto do Peão.

Desculpa galerona, sei que ficou grande demais, é que são pedaços de história que fazem vcs compreenderem quem sou.    A do peão será a continuação..........

Essa de ficar de pulinho na vara escrevendo, já deu, agora o bicho pegar e eu pegar bicho também, kkkkk


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario papamike

papamike Comentou em 22/11/2013

Putz... Parabens Parceiro, estou sendo um leitor diario vosso, espero que continue com este emponho que li ate o momento...

foto perfil usuario ronald43

ronald43 Comentou em 11/11/2013

CACETE!!! É impossível não votar nos seus contos e ficar aguardando o próximo... E se tudo isso é verdade mesmo, além de um puto sem igual, você também é um ser humano como poucos que conheci.

foto perfil usuario carlosandre89

carlosandre89 Comentou em 11/11/2013

Quero saber todo o final dessa ROLAÇÃO

foto perfil usuario

Comentou em 11/11/2013

cara, fiquei com vontade. De sentir vc chupando meu pau. Votei.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


37816 - Macho Puto de Macho - Categoria: Gays - Votos: 17
37988 - macho Puto de Macho parte 2 - Categoria: Gays - Votos: 10
38050 - Macho puto de Macho Parte 3 - Categoria: Gays - Votos: 4
38153 - Macho puto de Macho Parte 5 - Categoria: Gays - Votos: 6
38180 - Macho puto de Macho Parte 6 - Categoria: Gays - Votos: 5
38252 - Macho puto de Macho Parte 7 - Categoria: Gays - Votos: 4
38253 - Macho puto de Macho Parte 8 - Categoria: Gays - Votos: 4
38291 - Macho puto de Macho Parte 9 - Categoria: Gays - Votos: 7
38583 - Macho puto de Macho Parte 10 - Categoria: Gays - Votos: 2
38618 - Macho puto de Macho Parte 11 - Categoria: Gays - Votos: 4
38667 - Macho puto de Macho Parte 12 - Categoria: Gays - Votos: 4
38779 - Macho puto de Macho Parte 13 - Categoria: Gays - Votos: 3
38870 - Macho puto de Macho Parte 14 - Categoria: Gays - Votos: 3
39983 - Macho puto de Macho Parte 15 - Categoria: Gays - Votos: 4
41691 - Macho puto de Macho Parte 16 - Categoria: Gays - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil macho puta
machoputa

Nome do conto:
Macho puto de Macho Parte 4

Codigo do conto:
38083

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
09/11/2013

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
0



Contos eroticos dei a buceta para o vizinhoconto erotico gay deliciaMeu irmão adotivo me comeu contos gaysconto erotico orgiacontos de incesto com fotosconto erotico gravida do meu irmaocontos inversaoconto erotico com pauContos de marido pegando esposa trepando e fica com tesão com muita raivaContos travesti cinta amarra penisQuadrinhos eroticos estrupada por animaisMinha esposa em swing pornoesposa com caseiro conto eroticocontos eroticos gay muy thaiconto erotico com irmaocontosquadrinhopornovizinha chantagem anal contoconto erotico contei pra elaconto gay padrinhosexo so com de menor videos gratis contos realvideo porno coroa amandura amandoandando sim pornô da morena bonita gostosa e deu bem gostosinho sobrinhomulheres esfregando suas bucetasConto erotico capsconto gay entre gêmeos que novinha safada contoxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delasexo com gostosa hqporno mineiro mulheres sedusindo meninas enossentecontos eroticos quadrinhosNo colo do papai noel contos eroticos[email protected]suco mulher gostosa se apagou querendo rola sem compromissoconto erotico gayfotonovela xxxfudi minha mãe quadrinhos 1conto o enfermeiro roludo me enrabouquadrinho erotico desvirginadaphorno empregadaContos erotico flagranteconto erotico dp vaginal corno sentindo rola[email protected]Contodeputacontos eroticos comendo uma dona de casa de bikinicontos dei a buceta virgemãe da cu escondido pro filhocontos eróticos com fotos fui desafiada pelo meu marido virei puta dos amigos delescontos eroticos aiiii aiiii vi o pau do papaicontoeroticoirmãoscontoerotico nilvaPokémon eróticofudendo com a minha tiacontos eroticos incesto maravilhosohentai padrinhos magicosconto erotico sera que ela compreendecontos eroticos meu filho de dez anos tem um pinto de 20cmconto erotico amiga da minha mulherSEIOS PELADOScontos esfregandocasal bi nas dunas contosconto erotico meu filho abusouContos minha mae me pegou chupando a minha filiha e pediu p ela chupar tambema reação da minha espoza kuando pergunto se ela ker dois pinto um no cu outro na buceta contosconto erotico ilustrado travesti bem dotado arrombou a buceta da esposa do corno de pau pequenolinda jovens nas multidão sendo encoxadacomi o cu da minha esposa a forca contos eroticoscontos cuzinho tâniadesenho de sexo vofodendo a netacontos enrabada na oficinaconto erotico gay meu sobrinho me fodeu no hotelsexo em quadrinhos nininho