Baixinha casada e bunduda fudi na frente do Marido

Estava no plantão da imobiliária e chegou uma senhora de cabelos curtos tipo luzes no corte, óculos de grau, e o que me chamou a atenção , foi seu corpo esguio, apesar da idade e alguns excessos(gordinha). Irene estava vestindo uma calça tipo bag e um colete sobre uma camiseta verde e estas vestes delineavam seu corpo de uma forma interessante, pois os seios aparentavam ser firmes e voluptuosos, a bunda que mais me chamou a atenção por ser bastante protuberante, aquele tipo de bunda erguida para cima e larga, de anca larga e cintura afinada. Bem ela sentou e iniciou assunto a respeito de locar seu imóvel aqui na praia para ganhar uma grana , pois não estavam, ela e seu marido, usufruindo o suficiente do apartamento no verão.
Fiz minhas referencias a respeito de como seria formalizado o processo de locação temporária e ela agradeceu e se foi dizendo que me ligaria para liberar a chave do apê para fotos .Dizendo que tinha gostado muito de ter conversado comigo se foi embora. Não fazia 20 minutos então que havia se despedido, quando a vejo retornando e pedindo para mim se poderia, ou se quisesse, tirar as fotos e ver o apê nesse instante.
Vou descrevê-la melhor, branca, idade próxima de uns 55 , rosto bem cuidado, lábios fortes, muito poucas rugas em face da idade, bunda grande e seios fartos, mas não caídos.
me dispus a ir e quando chego no seu carro , seu marido ali está , ela se ajeitando no banco de trás e solicita que eu vá na frente com o marido dela, Sr. Ênio, aparentando idade menor que ela, baixinho também , digamos 1.60 por ai os dois. Nos deslocamos para o apê. Na entrada , notei que ele me observava de cima a baixo e ela sempre na frente de nós com aquele bundão dentro das calças bag.
Entramos, um apê de 4 dormitórios, e passamos a ver as dependências, ela sempre na frente, devo dizer que até esse momento , já nos tornamos íntimos pelo que se propunha analisar, ela falando em substituir uma cama no quarto de casal, e reparei que tinha uma poltrona no quarto de frente para cama, que por sinal estava desarrumada.
Comentei que a cama não precisaria mudar pois se fosse para alugar, uma cama nova não faria diferença e só traria despesa. Ele disse que poderia quebrar se o pessoal que fosse "curtir" o apê fosse mais pesado que eles. Quando manifestei que não, ela sobe na cama de quatro, deixando aquela bunda mais acentuada ainda, fazendo minha imaginação a mil, e balançando os quadris como se estivesse num ato sexual , comenta com o Seu Ênio que esta cama ainda dava caldo e resistiria a alguma atividade mais intensa. Eu ri e acabamos rindo pela simplicidade e espontaneidade demonstrada pela anfitriã. Seu Ênio me analisou mais uma vez e viu meu pau intumescido sob a calça jeans tipo essas de cantor sertanejo bem apertado , e comentou com a D. Irene que só com uma pessoa ela aguentava , a cama, queria ver a atividade se fosse mais , e subiu na cama ficando em pé atras dela e também fez movimentos como se estivessem copulando, vi nesse instantes a "má intenção deles" e ri . Parece que ela aguenta disse, e fiquei de joelhos na cama ao lado deles e perguntei : Será que aguenta três?
D. Irene já demonstrava um rubor no rosto de tesão e alegria, sentindo que eu tinha entrado na deles. Olhou pro seu Ênio e ele assentiu com a cabeça. Ela , ainda de quatro , eu de joelhos ao lado, todos ainda vestidos, ela com aquela mãozinha carnuda, passa sobre o meu pau duro sob as calças e comenta: Vamos fazer um teste então? Que achas seu Pablo? respondi que estava ali para atende-los da melhor maneira possível. Seu Ênio começou a baixar a calça de D. Irene, deixando ela arriada até a s coxas e vislumbrei uma calcinha média de renda rosa, todinha rendada sobre aquela bunda branca e grande, D. Inês foi desafivelando minha cinta e abrindo minha braguilha e com a mão enfiada foi puxando meu pau já melado pra fora e cheirando e beijando , lambidas rápidas na cabeça do pau, enquanto eu ali, ajoelhado apalpava e sentia aquelas carnes brancas e grande na palma de minha mão , ali pude ver o quanto eram durinhas as polpas dessa coroa, devido de certo a muito sexo, pois o casal demonstrou uma experiencia em menage que só vendo para acreditar. Seu Ênio se afastou da cama , baixou as calças e ficou se punhetando enquanto assistia cena. D. Irene se ajoelhou , levantou a blusa e o colete que vestia rapidamente , deixando seus peitos semi cobertos por um sutiã combinando com a calcinha , tipo meia taça, com seus bicos rosados turgidos pelo momento de fogo e tesão escapando por cima. Beijei , mordisquei aquelas tetas gostosas e ela se deliciou nuns ais , que gostosou , me pega , me morde, me fode , me faz uma puta na frente do meu corninho , dizia ela . levantei da cama , me despi por completo, agarrei ela pelos cabelos , de leve é claro , beijei a na boca , meti a lingua, esfreguei seus seios no meu peito cabeludo, com o sutiã arriado na cintura dela, pedi para ela virar de quatro pra mim, puxei suas calças pra fora , deixando a só de calcinha, meti a mão na buceta molhadesima dela, por sobre a calcinha, arriei parte da calcinha pro lado , mas não enfiei os dedos, aprendi com outra mulher que elas não gostam muito assim de primeira , tem que ser bem com carinho, ladeando os lábios inchados , aos poucos, ela rebolava aquela bunda , e seu Enio só acariciando o pau e falando pra ela se tava gostando , putinha, vadiazinha etc. Dei uma tapa bem estralado naquele bundão , minha mão deixou as marcas de dedos naquela pele branca. Ela se virou abocanhando na totalidade meu cacete, que quase gozei. Com a mão sobre seu dorso , deslizei por dentro da calcinha e senti seu rego entre os dedos e fui até a pomba inchada dela . Até que ela pediu pra eu deitar e se livrou da calcinha e sentou bem devagarinho , ajeitando com a mão a entrada naquela buceta pingando de tesão , assim mesmo , sem camisinha. Quando sentiu as bolas na bunda , começou um sobe e desce e o Seu Enio agachado atrás alisando o rabo dela e de vez enquando sentia tocar nas minhas bolas. Ela se curvava , me beijava num choro só, resmungo, delicia, etc. fomos pro papai e mamãe , suguei as tetas delas até ficarem marcadas , e por fim pedi que ficasse de quatro que eu iria enterrar no Cu dela, de pronto ela aceitou e ai seu Enio me alcançou um gel e uma camisinha de cor preta. Era o fetiche dela. Ela com aquela bunda erguida pra cima, eu geledificando seu ânus rosa e dando mordiscadas nas nádegas , as vezes bem forte, ela gozava que parecia que se mijava, sentia seus liquidos escorrer nos dedos e pernas, até que me posicionei , botei a cabeça e empurrei , entrou a cabeça e ouvi ela fazer um gemido bem gostoso. uuuuummmmmmmpppppffff, deeellicciiia, dizia ela, mete mais um pouco , e Seu Enio em cima do lance, empurrei mais um pouco e voltei bem divagarinho , empurrei mais forte e repeti o ato, ela praticamente chorava e uivava , dizendo os dois palavrões , se declarando de amores um pelo outro , quando encostei minhas bolas na bunda dela, começou um rebolado que não me aguentei e enchi a camisinha. Relaxamos um abraçado no outro , ela no meio de nós , Depois fomos pra uma ducha rápida , onde ela me abocanhou , enquanto seu Enio a enrabava e acabamos num segundo gozo , ela saiu do chuveiro peladinha e ficamos conversando na sala assim mesmo , nus , ela sempre acariciando meu pau . ATé que ficou de bunda no sofá e pediu pra ferrar ela na buceta por trás . Que mulher insaciável. Tres horas depois voltei para o escritório e meus colegas perguntavam onde eu fora que não atendi os celulares. Foi uma delicia de tarde .

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario warneman

warneman Comentou em 22/10/2013

muito bom seu conto gostei gozei e votei abraço.

foto perfil usuario oracio

oracio Comentou em 20/10/2013

De uma mulher desta é que um homem necessita para ser feliz. Mulher que sabe ser fogosa, ardente, que tem vontade de um pênis duro para ela gosar também. Mulher que tem bastante hormônios. Pela descrição ela também tem uma vagina bem apertada. cavalo2013.

foto perfil usuario terranova

terranova Comentou em 20/10/2013

Texto gostoso, parabéns menino lindo, bjs

foto perfil usuario castrolook

castrolook Comentou em 20/10/2013

maravilha, por esse motivo que sou xonado numa coroa.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


15647 - A Mulher do Cliente Chato - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
17700 - Fui na festa do vizinho - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
23229 - A mulher do empresário - Categoria: Coroas - Votos: 6
23666 - Presentei minha mulher para garoto - Categoria: Fantasias - Votos: 5
27266 - Comendo a mulher do DAVI - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
32515 - Festa no Interior com as viúvas - Categoria: Coroas - Votos: 7
39682 - A minha Dentista que fiquei devendo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
41391 - A minha Dentista que fiquei devendo 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
60900 - Dona Lara veio para praia sem o marido - Categoria: Coroas - Votos: 1
62153 - Meti no cu da Zeladora do prédio da frente - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico cavalodoido

Nome do conto:
Baixinha casada e bunduda fudi na frente do Marido

Codigo do conto:
37074

Categoria:
Coroas

Data da Publicação:
19/10/2013

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0



conto erótico na selvacontos eroticos vendo o tia enfiando a tromba no cu da tiacontos buceta chupando:isso chupa vai issoo deliciafilmedesexo.gostinho.do.natalcontos eroticos de fantasiascontos eroticos os filhos do meu pai me fuderamcontodebucetaContos eróticos mulheres coroas baixada santistabalconista lambeu minha xotaconto erotico de casada orgiacontos eroticos injecao cornocontos eroticos meu tio pegou meu primo me fudendo e me fudeu tambemConto aposta com a maetio e sobrinha porno quadrinhoConto erotico filho comeu a mae na lanchaconto erotico macubeiroBunda de gaypescadordebucetascontoeroticodfconto minha esposa e o negaosms pra ele ficar louco mudar de transpirando prazercoroa suplica rola do negaoputtinha de aguaboa mtamadoras chorou quando pediu pro namorado enfiar so a cabecinha na boca dela mas ele enfiou a rola na garganta e ela engasgounotei que na hora que falei maridinho ficou de pau durocontos tranzei com a minha madrinhar u s mexendo no glilinho ela gozaconto falado depiladora travestiContos Eroticos Gay Saradosconto erotico com afilhado do diabocontos de incesto estava com medo da chuva e dormir com a mamãeContos eroticos mamae e filhas gulosas mamando nos seus seis filhos pauzudos em um gang bang no sitoultimos contos sadosafadas com porra no cuzinhoMeu filho.e as calcinhas contoapostei minha mãe com meu amigo conto eróticoConto aquela pica descumunal sangro cucontos eróticos gay velho japonês bundudopau do amigocontos eroticos gay de dando uma mamada no moleque moreninho claroconto erotico primeira. istaconto porno velho roludomeu genro comeu meu cu virgem contoincesto minha tia na praia conto com fotosConto porno desdi pequena pai e mae me comeSexo a tres com gostosastransei com meu irmão na frente do meu pai conto eroticoquadrinho erotico putas menagefiz fila pra chuparconto esposa sozinhaultimos contos sadocoroa hostosa contos eroticosContos porno minha esposa libero geral no carnavalAsemana do saco cheio quadrinho eroticoconto erotico de blusinha branca pra titio vefultimos contos sadoCorno novinho contocontos eroticos ilustrativocontos eroticos de menage com minha irma casada/conto/74946/526928/comi-a-coleguinha-gorda-por-apostame-apaixonei-e-dai.htmlquadrinhos eroticos estrupada por negrominha mulher falou que fude com variosevangelica gostosacontos meu sogroconto erotico desejo sem tamanhoconto erotico devagarinhoeu sou do riu de Janeiro e a minha mamãe pediu pra que eu gozace dentro da buceta delamulata contos eroticossexo conto erotico incesto tio padrinho avofui para o exercito e virei gay contoconto erotico siririca