O Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte 4]

Dona Iris e sr Josino estavam cheios de tesão por culpa do andarilho safado caralhudo, quando retornaram para o quarto, fecharam a porta rápido, dona Iris estava com seus micro short no meio das pernas, a calcinha já estava muito abaixo da bunda, deixando sua buceta a mostra para delírio de sr Josino que já a abraçou e começou a beijar loucamente sua boca suja, aquilo deixava sr Josino louco de tesão, dona Iris dizia baixinho em seu ouvido que ele era o andarilho garanhão gostoso, e que era pra ele comer ela igual o andarilho imundo e caralhudo, sr Josino correspondia a altura, jogou dona Iris na cama, abriu-lhe as pernas e começou a chupar seu grelo enorme e úmido, pois dona Iris já estava toda molhada só de ter mordiscado o pistolão do andarilho na sala enquanto sr Josino lhe chupava seu cú suculento, dona Iris suspirava de tanto tesão e dizia:
- venha meu caralhudo gostoso, venha comer sua vagabunda!
Sr Josino não era bobo e começou a chupar com mais vontade aquele grelo que parecia ser feito de açúcar de tão suculento e gostoso.
- Há minha putinha gostosa, você acha que é só aquele caralhudo que sabe te satisfazer? Perguntava sr Josino.
Dona Iris quase gozava de tanto tesão imaginando seu caralhudo andarilho no lugar de seu maridinho chifrudo, mas não queria atrapalhar o filminho que nosso andarilho iria assistir junto com Edu e Carmem.
- Fica de quatro minha putinha, que eu quero chupar esse seu cuzão de pica grossa!
Dizia sr Josino com sua pistola dura.
Dona Iris prontamente arrebitou aquele rabo que naquela altura do campeonato deixaria qualquer marmanjo com a manjeba armadíssima.
Sr Josino meteu a língua com vontade naquele cú úmido de dona Iris que soltou um suspiro forte, sr Josino colocou dois dedos dentro do cú de dona Iris e começou a socar bem devagar e dizendo pra ela pensar que era aquele barbudo safado que estava na sala. Dona Iris dizia bem baixinho quase gozando:
- Isso, fala mais daquele pirocudo gostoso!
Ai que sr Josino aprofundava cada vez mais seus dedos quase colocando a mão inteira naquele imenso cú de rola, enquanto dona Iris abraçava o travesseiro, certamente pensando em Daniel , nosso heróis caralhudo.
- Coloca essa piroquinha rápido!
Pedia dona Iris com muito tesão.
Sr Josino segurou nas ancas de dona Iris e começou a socar aquele bucetão gostoso, e a cada socada dona Iris soltava gritos de tesão, pois sua mente estava ligada ao andarilho caralhudo que neste exato momento já estava em direção ao quarto onde estava Carmem e Edu.
Ao passar pela porta do quarto de dona Iris e sr Josino, Daniel escutou uma gritaria vindo do quarto de dona Iris e sr Josino, como o corredor estava meio escuro ele parou perto da porta e ficou ouvindo os gritos de dona Iris, desconfiado olhando para o fundo da casa onde estava o quarto de Edu e Carmem, com medo que vissem ele escutando atrás da porta.
Ao escutar gritando seu nome pela dona Iris o cacetudo logo ficou com a piroca mais dura do mundo novamente, que quase arrebentou-lhe as calças, começou a mexer na pirocona por cima da calça o acariciando sem acreditar no que estava ouvindo, ele pensou empurrar a porta e juntar-se ao sr Josino, mas como estava de convidado não teve coragem.
Sr Josino já preparava para colocar sua pistolinha no cú de dona Iris, deu uma chupada caprichada no cúzaço de dona Iris o lubrificando bem, e colocou até perto das bolas em uma estocada frenética, foi quando dona Iris gritou bem forte:
- Traz aquele caralhudo pra mim, eu quero aquela pistolona toda dentro de mim, traz logo meu corninho!
Sr Josino com um pouco de ódio corniônico dizia:
- O quê você quer sua putinha? Diz!
- Quero aquele pistoludo gostoso, traz ele pra mim agora!
Nosso Daniel estava atrás da porta escutando tudo, quando de repente não aquentou e arriou as calças deixando aquele monumento todo pra fora, cá pra nós aquilo não era uma piroca, era uma respeitada pirocona, mais um pouco só nascia piroca ali.
Daniel de tanto tesão começou a masturbar-se como um louco aquele pirocão.
Sr Josino estava cavalgando sua puta feito louco, ele já estava pendurado no cú de dona Iris que pedia sempre mais piroca e o pobre coitado homem não tinha.
Já no quarto de Carmem e Edu, só Carmem estava acordada, pois Edu tinha trabalhado muito naquela semana de representante comercial e já estava exausto e dormira vendo filme com sua linda e deliciosa esposa.
Carmem já estava em sua cama apenas de camisola e uma calcinha fio dental branquinha de renda pronta para dormir, quando ouvira barulhos vindo do quarto ao lado onde estava sua mãe e seu padrasto corninho, logo ficou preocupada com Daniel que tinha sido convidado para vir para o quarto e assistir o filme, mas ainda não tinha chegado, foi quando ela pegou o controle da TV e a desligou e foi levantando bem devagar para não acordar Edu que estava muito cansado, ao desligar a TV, o quarto ficou todo escuro, somente uma luz vinha da fresta da porta do quarto, que a direcionou a porta e sem fazer barulho a abriu com muita delicadeza para não fazer barulho e acordar seu marido.
Sr Josino gozou igual um porco no cú de dona Iris que também gozou bem gostoso na piroquinha de seu maridinho chamando Daniel pirocudo, os dois caíram na cama exaustos, daquela foda tão gostosa.
Daniel com aquele enorme cacetão na mão já quase gozando também, quando escutou um pequeno barulho logo atrás, quando olhou viu Carmem com aquela calcinha toda enfiada na buceta e com uma cara de tanto espanto de Carmem que estava com a mão na boca dizendo:
- O quê é isso que vc está fazendo? Você é louco?
Daniel todo sem graça disse:
- Não é nada disso que a senhora esta pensando, posso explicar!
Carmem não sabia se olhava pra cara de Daniel ou se olhava para aquele pirocão duro pronto pra gozar, toda assustada Carmem disse:
- Isso é um absurdo, escutando atrás da porta e ainda com isso pra fora! Como pode?
Daniel meio sem jeito tentara esconder sua enorme vara, mas sua mão não conseguia tampar enorme piroca...

                                                          [ continua...]

Foto 1 do Conto erotico: O Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte 4]


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario hunter.82

hunter.82 Comentou em 31/10/2013

Cade a continuação do conto? Termina logo isso, o conto é excelente!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


34065 - O Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte 1] - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
34501 - O Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte 2] - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
34705 - O Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte 3] - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
35585 - A Sobrinha, O Tio E A Falta De Compreensão. - Categoria: Incesto - Votos: 13
36028 - O Caminhoneiro, A Esposinha E Um Buraco Na Parede - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
36347 - Uma Chuva, Uma Mãe Em Apuros, E Um Velho Atencioso - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
37303 - Arrependimento De Beraldo, E Um Negão Sortudo. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
37766 - O Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte 5] - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
40868 - O Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte 6] - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
63167 - A Tatuagem - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
66708 - Beth, Bunduda e Peituda Em: A Nova Vizinha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
69371 - Homem Acamado, Mulher Bunduda e Um Pirocudo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
87292 - A Esposa e o Carregador [ Parte 1 ] - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
111047 - Minha Esposa Branquinha Descobrindo Uma Rola Negra Em Moçambique - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
117777 - Beth bunduda e peituda vai visitar Jamil pirocudo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
142324 - Uma Mãe Adormecida, Uma Filha Puta, E Um Padrasto Pirocudo - Categoria: Incesto - Votos: 21
142486 - Uma Sauna, Um Marido Adormecido, Um Pirocudo E Uma Esposinha Esperta - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
142618 - O Sobrinho Punheteiro De Soraia - Categoria: Incesto - Votos: 14
142882 - Uma Esposa, Um Maconheiro E Um Marido Desconfiado. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14

Ficha do conto

Foto Perfil amnavalho
amnavalho

Nome do conto:
O Sítio, O Andarilho e o Marido Feliz! [parte 4]

Codigo do conto:
35361

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
13/09/2013

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
1



rabao esposa praia contocontos de incesto mãe ensinando filha a da bucetinha na infânciaps balada carona recompensadaxvidio/casada com caminhoneiroFui comida igual a uma puta contocontos eroticos ta doendo padrinhoas aventuras de lia 8cavalo rasgando cu ate soltar porracontos eróticos gay apartamento heteroContos erodico acabei trazando com meu intiadoconto o cu do meu cunhado machaoContos eroticos fui arrombada por um poliçialconto erotico taradocontos eroticos com videos. deichei meu marido fuder a minha amigaso contos eroticos comi minha sogra na sala e minha esposa no quartoConto erótico interacial tema pedreiroConto erotico a namorada puta e safada do meu amigoquadrinho erotico de liga da justiçacontos eróticos virgemcalcinha para o sobrinho contoscorno manso dedos no cu conto eroticocontos eróticos pica grossa 2018casada que fes zoofilia pela primera vesuma noite com papai conto incestoconto erotico gozada na bucetaContos beto papakucontos eroticos todos da pousa quiria prova a quela bundinhatransei com meu irmaominha esposa gordinha puta no bar contoconto erotico sem querer transei com meu irmao de criaçaocontos erotico viadinho do meu irmao marcelo.comCONTOS EROTICOS MEU MARIDO E VIADO ANGOLAtufos maniaco quadrinhocontos eroticos sonia traiucontos eróticos incesto paiconto erotico pedreirosendo abusado pelos caminhoneiros contos gaycontos erotico tio fez sexo filhaporno quadrinho familia e assim parte 3conto desenho fode minha secretariaBuceta gozada conto virgemcontos eroticos meu marido me deu para o chefeContos eroticos meu irmãozinho d é um profissional em chupar bctcoroa gay sexocurra esposa sogra conto eroticoeroticocontoos melhores contos de corno manso que bota sua esposa pra fude muito com o comedoreu e minha amiga nos mastubarmos conto eroticotravesti de cabelo preto peladaContos erótico dei meu cu no estacionamentoconto casada com negao no peloconto gay fistei o filho gay da minha namoradaoh família 5comi a empregqda enquanto ela fingia que dormia contocontos Chantageado por um Coroaconto fuder obesa gordacontos eroticos fudi com um jumento e me lasqueiminha vo parece se irma de minha mae conto erodicocontos eroticos dei a buceta pro entrgador de gassogra fode gostoso nos quadradinjos hentaycontos eróticos de gays no cinemacontos eroticos menor de idadeporno gay guarda da cptm de fardasilto a esposa na boatesexobucetinhas de morenas novinhas gostosasconto erotico minha namorada dançando forro com meu tiocomercuegostosoestoria do rapaz bate ponhetasempre quando dancavamos eu passava a mao na bunda delaconto casada novinha pintudo me arregaçou na brutalidadepacei a vara na minha sogra tarada e gostosacontos eroticos eu i meu pai ele depilou minha xereca com fotosvinte e dois anos gostosa peitinho pequeno bucetinha lisinha contos eroticosnao para corno to com tesaoincesto sendo encoxada e rebolando gostoso contos pornoChupando o amigo dormindoincestocontocomendo a chapada conto eroticocomendo a bucetinha da lucinha e o cuzinho da ritinha contos eroticosconto erotico viado fogosoconto erotico meu filhocontos eróticos verdade ou desafioa tutora conto erotico 3dcoto erotico der pono das cazadasentado no colo papai incesto contosavo fode netacomi o cú do meu aluno menor contos eróticoscontos eroticos dopadasmocinhas virgem com pouquinhas penugem muito tesaoContoerotico enguadrinho eu fode minha irma anãsurumba conto eroticoconto sexo tinha medo de levar chifreMadrinha come afilhada com strap on conto eroticocontos eroticos de 2017contos tia e sogra bêbadaconto comendo a filha da vizinha no onibos perto da mae delacontos eroticos no escritorioconto sempre quis parte2grelaocontos de incesto eu e meu irmao fudemos a mamãe