Dominada pelo meu Dono pT1



A venda preta nos meus olhos não me permitia ver além do que estava a minha frente. Meu Dono nada falou, apenas mandou eu entrar no carro. Assim eu fiz, e me menti calada até todo o percurso.
A curiosidade aflorou a minha ansiedade. E o meu coração estava acelerando aos poucos, sem ter uma noção doque ele faria comigo.
Antes mesmo que o carro chegasse ao seu destino final, sinto sua mão passando entre minhas pernas, abrindo minha coxa, me deixando ainda mais excitada.
Abrindo-me cada vez mais ao seu toque, permito passagem para ser tocada na buceta pelos seus dedos. Ele delicadamente passou entre a entrada da minha vagina até o meu clitóris. Subindo e descendo seus dedos em minha fenda já molhada.
Ao mesmo tempo, em uma contrapartida, sua outra mão subia pelos meus cabelos, falando ao meu ouvido que eu era uma cadela. Uma vadia. E que todo o meu corpo pertencia apenas a ele. Aquilo me deixou louca! Eu quis meter com ele naquele exato momento! Mais sinto que hoje iríamos além. Muito além!
Logo suas mãos se afastaram do meu corpo me causando uma falta repentina. O carro parou, e então meu Dono me pegou pela mão e me guiou até o que me parecia ser um quarto.
Ainda calada fiquei a imaginar onde eu estava. Ou, o que me aguardava?
Logo sem delongas, fui ordenada a ficar calada, pós, o meu Dono tinha que se concentrar. E Assim o fiz.
Não demorou muito e sinto minhas mãos sendo amarradas, assim como os meus pés também. Pela posição em que eu estava, bem esticada, noto claramente que estou na cruz de Santo André.
Meu Dono nada falar, apenas me amarra e saí de perto de mim.
Ouço algo sendo aberto, me parece uma cerveja.
Mesmo sem ver ao meu redor, me atento cada vez mais aos sons a minha volta.
Sinto então o meu corpo queimando, ardendo, como se meu Dono me observasse ali nua, amarrada, entregue a sua disposição!
Alguns minutos se passaram e nada eu escuto. Então, sinto-me arrepiar a pele com o toque de tiras de coro sendo passada entre meus seios, barriga, e buceta.
Huuummm
Era incrível como o meu corpo se arrepiava apenas com toques leves e sútil.
Logo o que era apenas toque se tornou golpes leve mais firmes de chicotadas pelo meu corpo. Uma...duas ... três...e os golpes tomaram mais distância, fazendo com que ficassem mais fortes. Mais firmes. Nessa hora o meu corpo se contorcia entre os intervalos das chicotadas.
Calada mais não totalmente muda, gemo entre os lábios sentindo o ardo na minha pele.
Meus peitos e barrigas, assim como virilha, foram chicoteados.
Por alguns minutos ele ficou assim, depois voltou a se afastar, e quando retornou ao meu corpo, sinto suas mãos pegarem firme nos meus peitos. Apertando e puxando para frente.
Logo depois seus dedos rodaram o bico do meu seio, fazendo meu corpo se remexe de excitação.
"Abra a boca" ... Ele me disse. Assim eu fiz.
E quando abri, meu Dono colocou um pegador na minha língua e ordenou que eu ficasse com a língua para fora. Então fiz o que me ordenou. E logo sinto o atrito no bico dos meus peitos. Ele colocou prendedores em cada um deles. E ainda fez questão de apertar ainda mais com as mãos.
Nesse momento sentir uma dor fina mais gostosa.
Logo não tive tempo para aproveitar a dor ou deixar que ela passasse. Sinto algo quente sendo repetidamente pingado sobre meu peito. Eram cera de vela quente. Meu Dono estava me presenteando com um maravilhoso wax play.
Sempre gostei do ardor leve que a cera quente causava na pele. Mais atribuída as chicotadas e o atrito do prendedor nos meus seios, era uma loucura!
Aquele wax era o começo de minha perdição!
Meu Dono colou com a própria cera o resto da vela nos meus peitos e a deixou lá , derretendo sozinhas.
Ainda sem tirar nem a venda nem o pegador da minha língua, ele veio com um consolo que colocou sem grandes dificuldades na minha buceta. Eu já estava perdida em êxtase. Qualquer movimento dele e eu era capaz de explodir! Porém, não era possível, pós, o mesmo falou que se eu gozasse sem sua permissão, seria seriamente punida. Obediente como eu era, logo atentei a controlar o meu corpo e segurar a onda de um possível orgasmo. Era difícil pois eu estava muito excitada e minha buceta estava tão apertada de excitação, que sentia ela latejar constantemente contra o pau de borracha que estava dentro de mim.
Meu Dono sabia bem como me deixar louca, mais impedir o meu orgasmo era algo tortuoso.
Sacudindo a mão ele chacoalhou um pouco o consolo dentro da minha buceta, me causando mais arrepios, mas quando ele tirou de dentro, e se posicionou bem perto de mim, pincelando-me com seu próprio pênis, mordi os meus lábios na tentativa de não soltar um grito de prazer.
Porém, ele não estava pra brincadeiras e não ia me foder agora.
Me desamarrando da cruz de santo André, ele me coloca agora de 4, amarrado uma guia em minha coleira e me diz : "Agora nossa brincadeira vai começar cadelinha."
O meu corpo ainda estava em choque. As marcas e a sensação do chicote e as velas ainda estava lá, ardendo, queimando, mostrando quem mandava em mim. E que eu era de fato uma puta muito obediente. Só restava saber até quando eu conseguiria aguentar segurar o gozo com ele daquela forma tão intensa.

Mais fiquem de olho pq essa história não acabou. Vote e deixe seu comentário. Respondo no seu privado bjs Delícias.

Foto 1 do Conto erotico: Dominada pelo meu Dono pT1

Foto 2 do Conto erotico: Dominada pelo meu Dono pT1


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario viajante44

viajante44 Comentou em 12/01/2022

Que relato espetacular... Quero acompanhar a sequência dos fatos pois eu faria isso tudo e muito mais.. Não te pouparia

foto perfil usuario casalbisexpa

casalbisexpa Comentou em 12/01/2022

Delícia demais

foto perfil usuario 1979

1979 Comentou em 12/01/2022

Isso sim e uma puta safadinha muito bom

foto perfil usuario bwm69

bwm69 Comentou em 12/01/2022

Agora começou, o jogo, façam suas apostas, vou apostar na Pepynha, vai ser excitada, sadomissada, mais quando tiver a chance, com que aprendeu,, será a Dominante!!! Segue o conto, safada, malvada f...

foto perfil usuario penildo

penildo Comentou em 12/01/2022

Delicia de conto, adoro ser dominador. Que tesao da porra.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


192813 - Puta por minha vontade - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 32
193229 - Me masturbando - Categoria: Masturbação - Votos: 29
193333 - Apenas para homem - Categoria: Heterosexual - Votos: 18

Ficha do conto

Foto Perfil pepynha
pepynha

Nome do conto:
Dominada pelo meu Dono pT1

Codigo do conto:
193280

Categoria:
Sadomasoquismo

Data da Publicação:
12/01/2022

Quant.de Votos:
18

Quant.de Fotos:
2




loira rabuda calcinha fudendoContos erticos de incesto vov pauzudo fodeu a sua netinha veterinria na fazendacontos eroticos compartilhando a esposaconto erotica lilica contos eroticos gay pequei meu primo sem quererdesde pequena tomava leite deles contoscontos eroticos gay papai e eucontos porn quando eu bebo abusam da minha filhinhalimomada giibi pornotransei com meu pai aos 11, incestoconto erotico corno patraocontos eróticos da fiz minha esposa crente de cadela coloquei até coleiraquadrinhos eróticos gay fis o gordinho de mulher[email protected]conto tia cavala nua em casacomendo gostoso a mãe contos eroticosincexto contando no pal do irmo hentai quadrinhosContos com a tia peludaconto alex e danielconto erótico chupando o pedreiroContos eroticos podolatria com fotos chupando pes de madrinhas de casamentosContos.encesto.drogada.mamaedesenho irmÃo comendo irma sexocontos erótico trans surpresatransei com meu filhoincesto com meu filho confessoVelho fazendeiro sendo enrabado contos gaysalucinado por calsinhacoroa de uma lata de pinguelo por baixo da calcinhaConto erotico comi o cuzinho da minha filnha e gozo dentro de min conto erotico vizinha filipaquadrinhos eroticos dormindoLicoes com o vizinho negaocontos de sexo anal com a minha cunhadinhavedeo porno chupei a rola do meu padrasto ater sai leitincontos banho incestoconto arebentei cu traveste novinhabuceta da tiaQuadrinho gay eletricistacontos heroticos sou corno e chupo minha esposa com porracontos eroticos caminhoneiroquadrinho porno branca de nevede sirgir blog comda sikis indirquadrinhos 3d pornôxvidui porno a morena mas o mordo da casa delacontos eroticos tia ve sobrinho negro com a rola dura pelado e conta pra amigacasada crente mas gosta de rola,contos eroticoscontos eroticos ninfetinha de bikiniporn comicscontos eroticos chantageadas pelos proprio filhonovinha com viu tetau repolaConto Gay o machão pegador de gatinhas que virou pegador de pauconto comi minha esposa e um casal bixesualcontos pai atolou tudo no cuzinho d filha.com fotoscontos gay coroa bigode grossoconto erotico anal comi acunhada afocarcontos eroticos transei com minha filha novinhaconto erotico meu primo me enganou e comeu meu cuquadrinhos eróticosdei pro meu filhoContos eróticos chwpa bocetacontos eroticos.com varios machos arronbarao minha mulher e me fiserao de deposito de porravídeo pono novinhas encaixado de míni saiaCristiani [email protected]conto gay carona rebolei calcinhacontos fetiche por rola preta enormehentai contos eroticostocando punheta rapidinho porque ta atrasadoAğızcontos louca por negrosContos e fotos gozadas nos peitosporno em contos/conto/59534/458183/melhor-amigo-maior-prazer-parte-2.htmlconto porno velho roludo