Esposinha LETÍCIA. reinício cap 1

       OLÁ amigos.
         Voltando após alguns dias para dar continuidade a historia de meu casamento com LETÍCIA.
          Como falei, meu relacionamento com Leticia estava mudado, ela tentava se redimir dos erros, com um comportamento de esposa submissa ao marido, e eu claro que me sentia no controle da situação, mas assistia tudo aquilo com uma certa decepção, viver as aventuras que vivi com LETÍCIA e seus amantes nos últimos 2 anos ,era algo que me deixava realizado sexualmente, eu havia me.descubrido como marido CORNO.
       Claro que ser humilhado perante a sociedade, era algo que me chateava
       Daquela viagem para europa ,observei os mínimos detalhes do comportamento de LETÍCIA, e procurei não incentivar ela a nada, me limitava a namorar e agradar ela no período da viagem, claro que ela sempre linda chamava atenção dos homens,mas não abria a guarda, sempre comportada e atenciosa comigo, curtimos nossa viagem o máximo, como marido e mulher.
             Voltamos da europa e seguimos nossa rotina, Leticia dona de casa , faculdade ela trancou, e a academia ela passou a frequentar em casa com equipantos que pediu para eu comprar, aos domingos ia para igreja com sua mãe e amizades ela se afastou de todos.
          Na cama ela se restringia a fazer certas coisas, porém me satisfazia sempre, mas muito recatada em sua performance.
            Claro que pela.Cidade, eu havia ganhado fama de CORNO, isso pela fofoca que se espalhou depois do caso que LETÍCIA teve com professor da faculdade, e sua ex amiga que não deixou de botar o nome LETÍCIA nas rodas de fofocas da cidade.
            Eu não podia mais voltar atrás, a fama ja estava consumada, Leticia se chateava com esses comentários, e eu estava espantado com a mudança radical de LETÍCIA, cheguei a tentar puxar conversa para tentar fazer ela se soltar um pouco, mas era imediatamente cortado por ela, me.restava deixar o tempo passar, e esperar um dia para conversar com Leticia.
            Já se passaram 5 meses, e ela não mudava,certo dia resolvi comprar as garrafas de vinho e preparei uma surpresa no quarto, tentar fazer ela.beber um pouco para soltar ela, foi minha solução,ela.tentou resistir ,mas aceitou a noite de vinho, após 4 taças de vinho,LETÍCIA ja sorria com um olhar de menina sapeka, já se permitia a me provocar com seu jeitinho de ninfeta, namoramos bastante naquela noite, e trepamos gostoso, ofereci mais vinho, ela aceitou e continuamos trepando, em dado momento da transa , disse que tava com saudade da minha putinha, ela.sorriu e ficou cavalgando em mim e sorrindo com olhar de quem zombava da minha performance, eu adorava aquele jeito dela, mas não passou disso, e eu ja não aguentando o.tesão ,gozei igual um animal no cio.
         APÓS transar, tentei conversar c ela ,mas ela se esquivou, eu insisti, e entrei no papo, dizendo que não queria uma mulher reprimida, disse que houveram excessos sim, mas que éramos adultos e tinhamos o dever de dialogar e chegar a um consenso entre nós.
          LETÍCIA escutou meu diálogo em silêncio,olhava para o teto do quarto, e decidiu falar.
          _ João!    eu quase joguei meu casamento no lixo, pensei em deixar vc,me apaixonei por aquele moleke, não tinha mais controle das minhas ações, realmente não sei lidar com essa situação.
       _ Leticia meu amor, entendo vc completamente, e saberei esperar o tempo que quiser, mas não generaliza, a maturidade vai chegando, e vamos aprendendo a lidar com as situações, eu e vc acabamos nos envolvendo muito rápido, vc muito nova se casou comigo, não teve sua adolescência ativa, logo depois veio as aventuras que vc teve e eu compactuei, é normal que vc acabe se envolvendo afetivamente com algum amante, e também tive medo de te perder, sou louco por vc, e não quero te perder, mas também não quero te aprisionar num casamento, para que se torne uma.esposa frustrada sexualmente, vc não sente falta de transar com outro?
          FICOU UM.SILÊNCIO NO QUARTO!
          _JOÃO   , vamos parar com essa conversa por favor, eu sofri demais com isso tudo. quero só te fazer feliz e pronto.
             Finalizei o diálogo com respeito ao momento particular dela, mas fiquei sim frustrado com a decisão de minha ex putinha, eu estava me declarando um CORNO para ela, e mesmo assim ela não parava de me censurar .
          APÓS aquela noite de sexo gostoso, resolvi insistir em mais noites regadas a vinho, e o nosso sexo melhorou, LETÍCIA ja era mais atrevida nas suas ações, e eu sempre dava uma.provocada nela, chamando de putinha, perguntando se ela tinha saudades de algum maxo que comeu ela, pedia para ela me chamar de CORNO, enfim..... Letícia se limitava a dar aqueles sorrisinhos de safada que só ela sabe fazer, e eu me acabava na gozada.
       MESES se passaram até o.dia que resolvi convidar ela para passar um fim de semana numa.praia vizinha a nossa cidade, tentaria daquela forma, soltar minha esposinha no meio de.machos, e tentar estigar nela a vontade de ser desejada pelos homens na.praia, nos arrumamos e partimos para praia, Letícia escolheu um biquini discreto,mas seu corpo a deixava extremamente sensual, chegando a praia ,escolhi uma barraca que era frequentada por varios turistas adeptos de kite surf, gente bonita e jovem, nos acomodamos numa mesa perto da água, pedi meu balde de cerveja, e ofereci para Leticia, que não quiz, e preferiu agua de coco, ela tirou sua saida e ficou com.seu biquíni comportado ,sentada numa espreguiçadeira, passou bronzeador, e ficou pegando sol, eu tomando minha cerveja, e olhando o movimentos e olhares dos machos para LETÍCIA, sempre entrava no mar para refrescar, e deixar ela.só, para observar de longe, ela me procurava com seu olhar, e ficava deitada a vontade, os homens passavam perto, e sempre olhavam e coxichavam fazendo cara de aprovação para o corpo de minha mulher, ela reparava os olhares e sempre dava uma risada sarcástica, porém não dava bola.
          Aquela situação ja era suficiente para eu bater uma punheta dentro do mar, aos poucos eu iria soltando as amarras do preconceito de minha putinha.
          Voltava d água , e sentava na cadeira e continuava bebendo minha cerveja, pedia uns tira gosto e passei a tarde inteira com ela na.praia, fiquei meio zonzo da cerveja, e ela perguntou se era melhor ela dirigir de volta, afinal eram 80 km de distância, eu interompi dizendo que iríamos nos hospedar em uma pousada, que voltariamos no dia seguinte, ela questionou que não havia trazido roupas, eu disse que ela comprasse na loja do hotel, e assim decidimos, ao chegar no hotel, subi para o quarto e mandei ela descer e comprar algo, ela assim fez e eu fiquei derramado na cama, bati mais uma bronha, e cochilo o resto da tarde toda, ao acordar procurei ppr Leticia e não achei, tomei um banho rápido e encontrei uma bermuda e uma.camiseta nova na cama, ela deve ter lembrado de mim, me vesti e desci para o saguão do hotel, procurei no restaurante e não achei, ao chegar na ampla recepção , muitos sofás e algumas pessoas sentadas conversando e outras lendo revistas, avistei Leticia sentada lendo e conversando a distancia com um rapaz que estava em outro sofá sozinho, devia ter uns.35 anos,mas bem malhado.                                                               
      De longe fiquei observando, ela não me viu, os dois conversavam e sorriam as vezes, mas ela estava bem comportada, continuei escondido assistindo, passados uns 20 minutos resolvi aparecer, ela levou um susto, e o rapaz me olhou surpreso quando ela me chamou de amor, nos.apresentamos, o cara era espanhol, e se chamava Esteban, era velejador e estava a 15 dias no hotel, era bem simpático e agradável, sentei junto e ficamos conversando, ele iria ficar mais 2 meses hospedado, passado uma meia hora ,disse que queria jantar, e ele sugeriu um restaurante natural perto do hotel, eu brinquei dizendo que a fome era de uma carne suculenta, e ele disse que o restaurante também oferecia cardápio alternativo, aceitamos o convite e partimos, Letícia não mostrava nenhum movimento em falso, apesar das olhadas do gringo, eu disfarçava e continuava puxando conversa, no restaurante pedi uma garrafa de vinho e os dois acompanharam, ele bebia pouco, ja eu e Leticia bebemos o resto acompanhado do jantar, ela olhava para o gringo as vezes meia encantada com o charme europeu do rapaz, mas não passava de admiração e pequenos flertes, tentei atiçar saindo da mesa e indo para o banheiro, o gringo tentava uma investida ,mas ela cortava sutilmente,após o jantar o gringo nos convidou para uma volta nos bares que tinham musica ao vivo ,mas Leticia cortou alegando estar bastante cansada, o gringo ficou extremamente aborrecido, mas respeitou a decisão.
       Nos.despedimos e voltamos ao hotel, ao chegar no quarto, eu ataquei Leticia ja na porta do quarto, tirei o leve vestido dela, a deixando só de calcinha, me ajoelhei e afastei a calcinha dela e comecei a lamber o grelinho dela que ja estava ensopado, ela me olhava com aquele sorriso de ninfeta safada e mexia no meu cabelo pedindo para mim fazer ela gozar, eu joguei ela na cama e tirei a calcinha, abri a bunda dela e passava a lingua no cú dela provocando gemidos, chamava ela.de putinha e masturbava ao mesmo tempo que chupava ela, LETÍCIA se contorcia e gemia com aquele sorriso que sempre me conquistou, ela não falava nada ,mas eu sabia que o prazer dela estava ligado ao espanhol que a paquerava a poucos minutos atrás, chupei ela.por uns 20 minutos até ela soltar um grito anunciando um orgasmo ,me chamando de puto safado, eu me realizei, e tirei a bermuda e montei em cima.dela vendo a sua carinha de safada olhando para mim e rindo, acelerei o movimento até anunciar o gozo, me joguei na cama e beijei minha mulher completamente realizado, leticia me olhava e fazia carinho em minha cabeça, talvez se perguntando se o jeito era voltar a ser a putinha audaciosa de antes, eu capotei no sono e acordei no domingo cedo , encontrei Leticia num sono profundo, tomei banho e desci para tomar café da manhã e encontro o Esteban tomando café com dois amigos, ele me cumprimentou e perguntou por Letícia , eu disse que ela ainda dormia, ele perguntou se iríamos embora, eu disse que sim, mas talvez voltasemos no próximo fim de semana, os olhos dele brilharam, ele e os amigos saíram e eu fiquei só tomando café, pedi para o garçom preparar uma bandeja para ela e levei, quando subi ,ela ainda dormia, acordei com o café na cama, ela me agradeceu com beijo , eu disse que encontrei o Esteban no café, e que ele havia perguntado por ela, LETÍCIA sorriu e continuou seu café, nos arrumamos e retornamos para casa.
            Ao voltar para nossa rotina, eu sempre tentava apimentar nossas transas puxando assunto do gringo , dizia que ele ficou tarado nela, que ele devia fuder gostoso, LETÍCIA só sorria e me provocava até eu gozar, certo dia tentei perguntar se ela.não tinha vontade de transar com outro homem diferente.
          LETÍCIA baixou a cabeça e confessou a necessidade, mas disse que não queria ,alegando fraqueza, e que era melhor a gente parar com o assunto, me frustrei novamente, não havia solução para convencer que aquilo era parte do meu prazer, e eu ja não tinha argumentos, mas resolvi insistir proporcionando situações que levassem a ter a possibilidade de uma recaída de minha Letícia.
            CERTO dia recebi a ligação de meu sobrinho Nando, ele me ligou alegando que havia se metido novamente em confusão em São Paulo, e que tinha pensado em dar uma fugida para o Nordeste, que tinha se adaptado bem a nossa cidade, e que queria ajudar nos restaurantes, eu disse que iria ver com Leticia, porque as coisas estavam mudadas por aqui, Letícia tinha mudado muito, eu teria que consultar ela, o Nando brincou dizendo que a tia leticia era gente boa, que ele convencia ela, eu disse que não era bem assim, as coisas haviam mudado bastante, que nós quase nos separamos e Leticia havia mudado radicalmente, Nando ficou surpreso, mas insistiu para que eu o ajudasse.
          Aquele dia cheguei em casa sem saber como dar a noticia para LETÍCIA, enrolei de todas as formas até que Letícia me perguntou o que eu tinha, que estava estranho, eu disse que precisava dar uma notícia, ela mandou eu desinbuxar e falar logo, quando eu falei, Leticia arregalou os olhos e ficou muda, ficamos em silêncio e ela falou
      _ João, poxa...... porquê vc fez isso, te falei que quero uma.mudança em nosso casamento, vc está forçando uma.situação.
       _ NÃO meu amor, claro que sinto falta de nossas aventuras, o nando fez parte dessas aventuras, mas não passou pela minha cabeça jamais, fui surprendido por uma.ligação dele hoje a tarde, me pedindo ajuda novamente, ele se meteu em confusão em sampa, eu disse que não era uma.boa.idéia, que precisava da sua permissão,mas não confirmei nada, quer que eu diga não?   amor não quero problemas para gente.
             _ Olha, eu vou investigar isso direitinho João, se vc tiver metido nisso, eu não te perdoo, eu juro, e outra coisa , se ele vier não quero ele hospedado aqui em casa , arrume um canto para ele em outro lugar, seu sobrinho , tudo bem, mas é nossa privacidade, e ele é muito espaçoso, vou pensar e investigar.
             APÓS aquela conversa, recebi novamente ligação de Nando no outro dia, e eu disse que ainda estou esperando resposta da Letícia, e que se ela aceitasse era melhor ele ficar em.outro lugar, Nando se surpreendeu com minha resposta, mas entendeu,
pediu o contato de Leticia para conversar c ela, eu disse que era melhor não, eu daria a resposta a noite para ele, quando cheguei em casa , falei novamente para Leticia que Nando havia ligado, e que tinha pedido o contato dela para ele mesmo pedir, e eu neguei o contato, mas que hj a noite eu dava a resposta, LETÍCIAe.perguntou se ele iria ficar em outra canto, eu confiei que sim, ela me olhou com cara de brava e aceitou as condições.
            Naquele mesmo.dia liguei para Nando, disse que tudo bem, mas que ele ficaria num quarto do restaurante que funcionava um escritório, ele aceitou meio surpreso e comunicou que chegaria em 10 dias, eu repassei a informação para LETÍCIA que ficou meio abalada e não esboçou nenhuma satisfação, ela estava nitidamente emburrada, eu tentando contornar a situação fiz o convite para passar o fim.de semana na praia vizinha novamente, ela deu um sorriso meio amarelo , mas aceitou .
          Nos arrumamos e partimos para passar duas noites no hotel, chegando no hotel ja era fim de tarde, nos.acomodamos no quarto e Leticia disse que iria para a piscina, ja que ja era tarde e não dava tempo de ir para praia, desta vez ela ja não escolheu biquíni comportado, vestiu um velho micro fio dental, me espantei com a escolha mas me.calei, ela perguntou se eu ia junto, eu disse que agora não, que iria descansar um pouco as pernas, ela se arrumou e desceu para piscina , eu esperei um.pouco e segui escondido, ao chegar no rool do.hotel , ela se cruza com um.grupo de homens que acabavam de chegar da praia com equipamentos de kite, no meio deles estava o nosso amigo Esteban, ele se dirige a Letícia dando um comprimento, ela o reconhece e retribui, os outros ficam olhando e os dois conversam algo,dão um sorriso discreto e ela aponta para área da piscina, ele fala algo parecido como se oferecendo a fazer companhia, ela acena com a cabeça positivamente e os dois seguem para piscina, os outros amigos olham para o traseiro dela que vestia um shortinho mostrando seu rabinho, fazem uma.cara de tarado mas seguem percurso contrário, eu me escondo e sigo escondido para área da piscina, ela tira seu shortinho e vai para ducha, enquanto ele.vai ao bar pegar duas cervejas, quando ele volta para piscina e encontra LETÍCIA saindo da ducha, ele quase derruba as cervejas, se aproxima.dela oferecendo uma.cerveja, e ela pega e se dirige até a piscina, ele tira seu short e vai para ducha primeiro, eu fico escondido perto de um coqueiro observando, ele se junta a Letícia na piscina e ficam conversando e rindo, o.flerte era evidente, e eu ja estava com o pau estourando, de vez em.quando ela se afastava e dava uns mergulhos e nadava, ele olhava e mexia no pau, ela voltava para borda próximo a ele, e voltavam a conversar e beber a cerveja, o clima era de paquera, conheço Leticia , e sei a puta que mora dentro dela, eu delirava de satisfação em saber que minha esposinha estava prestes a arrumar outro macho para comer ela, eles tomaram mais uma.cerveja cada um, e ficaram nessa brincadeira , ela provocava o gringo e ele estava adorando o espetáculo, após uns 30 minutos ela.anunciou que iria subir , ele implorou que não, e ela saiu rebolando da piscina, deixando o gringo louco, eu apressei minha saída sem ela perceber, e subi para o quarto antes dela chegar, me.deitei na.cama, após 5 minutos ela entra com cabelo molhado e um sorrisinho de ninfeta safada, ela sentou na cama e perguntou se a gente iria dar uma.volta ou iriamos dormir, eu disse que ela decidia,
ela disse que queria dar uma.saidinha, eu me aproximei dela e comecei a beijar o pescoço dela e acariciar o corpo dela, ela sorria , eu levantei e tirei o short dela deixando só de biquíni, deitei ela e afastei a tanguinha, e passei a chupar ela, LETÍCIA ja estava molhada, e eu chupando ela sem falar nada, até que enfiei o dedo no cú dela e acelerei a chupada, ela gemia e me ja passou a me chamar de CORNO, eu perguntava se eu era CORNO , e ela dizia.
       _ Vc é um.CORNO, e vai pegar chifre hj sabia?
vou fuder gostoso com aquele gringo gostoso, ja que vc quer ser CORNO, quem sou para negar seu CORNO, sabia que ele estava me paquerando na.piscina? ele ta doido para fuder a tua putinha, e eu to loka para trepar com ele, olha como ta minha buceta, hoje tu vai ser CORNO como tu quiz, mas é so eu e ele,
            
             CONTINUA...........

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario casalym

casalym Comentou em 23/11/2020

Muito bem escrito, votado! O maior problema de ser corno é como os outros condenam isso. Porém, o prazer que isso dá é maior. Venha ler como outro homem comeu a minha esposa. Abs.

foto perfil usuario casalbisexpa

casalbisexpa Comentou em 20/11/2020

delicia de conto

foto perfil usuario bwm69

bwm69 Comentou em 20/11/2020

Que safados este casal!!! Belo conto!!!

foto perfil usuario viajante44

viajante44 Comentou em 20/11/2020

Rapaz que relato esse hein. Rotina, conquistas, provocação, um conto fora da curva de todos que lemos aqui meu amigo. Não se perca nessa nova etapa. Dê corda para Letícia, mais mantenha o controle da situação. Você é capaz de conciliar as duas situações




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


158500 - minha esposinha Leticia. o inicio parte 2 - Categoria: Fantasias - Votos: 29
158504 - minha esposinha Leticia. o inicio parte1 - Categoria: Fantasias - Votos: 36
158540 - minha esposinha Leticia. o inicio parte 4 - Categoria: Fantasias - Votos: 22
158548 - minha esposinha Leticia. o inicio parte 3 - Categoria: Fantasias - Votos: 20
158558 - minha esposinha Leticia. o inicio parte 5 - Categoria: Fantasias - Votos: 18
158577 - minha esposinha Leticia. o inicio parte 7 - Categoria: Fantasias - Votos: 16
158585 - minha esposinha Leticia.ela se soltando parte 8 - Categoria: Fantasias - Votos: 24
158611 - minha esposinha Leticia ,se libertando parte 10 - Categoria: Fantasias - Votos: 21
158624 - minha esposinha Leticia. o inicio parte 6 - Categoria: Fantasias - Votos: 11
158628 - minha esposinha Leticia.ela se soltando parte 9 - Categoria: Fantasias - Votos: 18
158650 - minha esposinha Leticia ,se libertando parte 11 - Categoria: Fantasias - Votos: 21
158684 - minha esposinha Leticia ,se libertando parte 12 - Categoria: Fantasias - Votos: 22
158701 - minha esposinha Leticia ,se libertando parte 13 - Categoria: Fantasias - Votos: 27
158712 - minha esposinha Leticia ,se libertando parte 14 - Categoria: Fantasias - Votos: 26
158828 - minha esposinha Leticia , eu entendendo que seria o CORNO parte 15 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
158835 - minha esposinha Leticia , eu entendendo que seria o CORNO parte 16 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
158880 - minha esposinha LETICIA, eu entendendo que seria o CORNO parte 17 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 34
158905 - minha esposinha Leticia , nossa primeira viajem, parte 18 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
158944 - minha esposinha Leticia, a viagem, parte 19. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
158956 - minha esposinha Leticia , nossa primeira viajem, parte 20 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
158990 - minha esposinha LETICIA, eu entendendo que seria o CORNO parte 21 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
158998 - minha esposinha Leticia , eu entendendo que seria o CORNO parte 22. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
159003 - minha esposinha Leticia , eu entendendo que seria o CORNO parte 23 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30
159036 - minha esposinha Leticia, o retorno a nossa realidade, parte 24 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 26
159060 - minha esposinha Leticia, um novo amante parte 26 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 27
159107 - minha esposinha LETICIA , de volta a realidade parte 25 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
159145 - minha esposinha Leticia, um novo amante parte 27 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
159220 - minha esposinha Leticia, um novo amante parte 28 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 25
159366 - minha esposinha Leticia, um novo amante parte 29 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 21
159484 - minha esposinha Leticia, um novo amante parte 30 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
159515 - minha esposinha Leticia, eu assumindo a condição o CORNO parte 31 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
159519 - minha esposinha Leticia, eu assumindo a condição o CORNO parte 32 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 22
159562 - minha esposinha Leticia, eu assumindo a condição o CORNO parte 33 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
159839 - minha esposinha Leticia , eu o CORNO assumido. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
159890 - minha esposinha Leticia, como vai ser daqui para frente parte 35 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 17
159900 - minha esposinha Leticia ,meu sócio se dando bem parte 36 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
159901 - minha esposinha Leticia, meu sócio se dando bem. parte 37 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
160024 - minha esposinha Leticia, meu sócio se dando bem.parte 38. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 31
160141 - minha esposinha Leticia, meu sócio se dando bem.parte 39 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
160482 - minha esposinha Leticia, o segurança .parte 40. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
160651 - minha esposinha Leticia, o segurança parte 41 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
160711 - minha esposinha Leticia, o segurança parte 42 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
160722 - minha esposinha Leticia, o segurança parte 43 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
160829 - minha esposinha Leticia, o segurança parte 44 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 12
160903 - Minha esposinha Leticia ,ela se apaixonou.parte 45 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19
160919 - Minha esposinha Leticia, ela se apaixonou, parte 46 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
161014 - Minha esposinha Leticia,ela se apaixonou,parte 47 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
161221 - Minha esposinha Leticia,apaixonada 48 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
164850 - Minha esposinha Letícia,ela se paixonou parte 49 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
165982 - Minha esposinha Leticia .recomeço parte 50. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico adoradordecontos

Nome do conto:
Esposinha LETÍCIA. reinício cap 1

Codigo do conto:
167927

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
19/11/2020

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
0



conto erotico de gay sendo fodido no matoconto erotico pai me fodeesperei meu colega dornir e mammei seu pintocornos e esposas praia nudismocontos erotico rebolando com dois paucontos eroticos praia do pinhocontos eróticos de velhosbucetas virgens saindo sanguecontos comie o cuzinho.da novinha e ela me cagowww.contos+de+zoofilia+minha+mae+com+meu+cachorro+de+rols+gg.com.brconto minha tia tímidahomem malhado visido de homem aranha com tesão e com voutade de dár o cu porno gayContos eroticos caseiros fui no rio pesca com minha esposa e meu irmão ai metemos nelacontos pornonarradocontos eroticos gay putaocara de espanto com pica na buceracontos eroticos vizinha crente kkkkcontos eroticos gay putinhacontos erótico ilustrado familiaContos eroticos dei a buceta para o meu empregadoconto eroctico.comcontos eroticos vibrador enorme da mamaemenor foyandofotosbucetagozadaContos eróticos de arrombadaserotismo contosconto transei com minha mae na noitadameu namorado me emtendeu contos eroticosconto erótico chocolate enfiado no ânusfilme porno gay estudando na casa do amigoultimos contos sadocontos eróticos chantagem com a balconistaconto erótico incesto ensaboandoConto erotico gay cunhados sexo cueca volume tesão pau suor chupada camaContos animados papai tio e padrinho me foderam muito quando novinhacontos eróticos gay banho amigo bebadoquadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filhocontos real comendo cu da filhapornô grátis comendo o cu madre no coventocontos gay com foto conto erotico na praiaContos Eroticos Gay MusculososContos entiadas feitas escravasconto erótico esposa engrávida depois de um estuproConto erótico traveco japonesa conto entreguei minha mulher pro garotaomenage masculino verídico Milftoon Tia Walquiriametendo com cachorro no dia fertil conto eroticoconto erotico de novinhocontos coroa depravado fode molequegorotinho tetudo contos eróticosxvideos Quadrinho Horny 1contos eroticos aventuras de super dotadosconto gay virei mulhercontos eróticos comi minha sogra separadaromanos milftooncomo virei cdzinhao marido fode a enteada pentelha safadacontoerotico enteada saradacontos com quadrinhos de incestos papai entrou no meu quarto e comeu meu cuzinho a força comigo dormindoConto gay:doce vingança cap 2contos eróticos sobre secretáriaconto erotico agarrada a forçaconto erotico fudeno a sograContos sei que meu padrasto me olha pela fschadura do banheiro ai eu provocoperdendo as pregas contosContos eróticos violentadas por 8 no matagalconto fiz meu enteada virar homemconto sissyconto erótico gay meu primeiro dp analHentai quadrinhos pai ve a filha de vestido e sem calsinha filho ve a mae de vestido e sem calsinhaقصص زبرconto porno de lotacaocontos eroticos casadas exibicionistas no motelquadradinho erotico incesto COM HUMORcontos de dp com corno e amigosfotos sexo quadrinhos desenhoscontos eroticos tio dormindo e sobrinha rabuda chupa seu pau de 25cmgozando so no cu da Veronicacontos eróticos minha enteada e uma putinha2017contos erotico coroacasado comendo onovinhoFoda com coroa contosconto erótico foi ajudar um amigo e vurou cornoconto. deixe ver minha buceta sem calcinha minha mae pedio pra depilar minha xaninha i acabamos nos chupando filme brasileiro